domingo, 12 de agosto de 2018

Conheça 04 lições da empreendedora que quer “desfuder” a vida financeira dos brasileiros

“Pense bem: Qual foi a última vez que você sentiu tranquilidade em relação à sua vida financeira? Aquela sensação sublime de poder pagar todas as contas e ainda ter dinheiro sobrando no fim do mês? 
a. Nem sabia que isso era possível. 
b. Esse tipo de coisa só acontece com gente rica. 
c. Seria ótimo sentir isso, mas não tenho ideia do que fazer para viver assim. 
d. Vivo constantemente com essa sensação”. 
Foi com essas perguntas que a jornalista e fundadora do canal “Me Poupe” inicia o primeiro capítulo do seu livro “Me Poupe! 10 passos para nunca mais faltar dinheiro no seu bolso”. Logo, independentemente da sua resposta, esse post é para você. 
Afinal de contas, a sua vida financeira vai afetar as demais áreas da sua vida. Por isso, que eu convido você para conhecer as 4 melhores lições desse livro.   
1) SEJA MOTIVADO POR OBJETIVOS  
E esses objetivos precisam ser autênticos, ou seja, precisa partir de você a vontade de ter aquele produto, consumir aquele serviço ou realizar aquele sonho. Os objetivos também precisam ser importantes, ou seja, porque faz diferença para você possuir aquilo.  
Os objetivos ainda precisam ser justificáveis, ou seja, “ [...] não se trata de mais um relógio, celular ou carro que você resolveu comprar ao ser seduzido por uma propaganda ou ver outras pessoas comprando. Não é algo que você quer apenas porque todos os seus amigos têm (comportamento de manada). Um objetivo justificável é algo que faça sentido, que tenha significado para você e para a sua vida. A pergunta de 10 milhões de dólares é: o que esse bem material ou serviço vai me proporcionar que é tão importante para mim?” 
As pessoas precisam saber exatamente por que querem abrir seu negócio, comprar um carro, um apartamento ou fazer uma viagem, etc., pois correm dois riscos:  
A)não conseguir alcançar o objetivo, fracassar ainda colocar a culpa em alguém; 
B) conquistar e enjoar duas semanas (ou menos) depois. 

E esses objetivos têm que possuir indicador financeiro e não o fim financeiro. Então, não coloque o dinheiro na frente do que você realmente deseja. Você precisa saber dos seus indicadores financeiros para saber realmente o que te motiva fazer uma viagem, sair da casa de seus pais, ter estabilidade financeira). 
Você precisa definir o seu principal motivador financeiro, você precisa saber  por que realmente você quer viajar? Por que você quer comprar um carro 0 Km? Por que você quer fazer com que sua empresa cresça? 
Com relação, a esses objetivos você pode separá-los em metinhas, metas e metonas como no quadrinho abaixo: 
CURTÍSSIMO (PARA HOJE): “ As metas curtíssimas são para hoje. Precisa comprar uma bolsa? Quer viajar no último fim de semana do mês que vem? Então isso precisa virar metinha! Assim, quando qualquer desejo momentâneo surgir, você será capaz de avaliar e pensar: “Essa é a minha meta para agora? Estou trabalhando e me esforçando para comprar/fazer isso? De que forma esse objeto ou essa experiência vai me afastar do meu sonho maior?” 

“As metinhas podem ser bem pequenas mesmo. É um erro não tratar o cafezinho depois do almoço como uma meta, e pior ainda é culpar o coitado pelas mazelas da sua vida financeira. O problema não é o café. É a sua falta de planejamento para que ele caiba no seu orçamento. Tem gente que abre mão do cafezinho depois do almoço por julgar que é “caro demais”, apesar de ser um prazer que gostaria muito de ter.  Enquanto isso a pessoa está pagando uma grana para a academia que não frequenta há meses. Uma análise mais profunda dos próprios gastos seria o suficiente para perceber que o café está sendo deixado de lado por causa da academia,💪 que está consumindo apenas dinheiro em vez de calorias. Anote aí: café, baladas, roupas e qualquer outra atividade ou pequeno sonho de consumo que você queira esta semana/este mês são considerados metas de curtíssimo prazo. Lembre-se sempre delas.” 

CURTO (ATÉ 2 ANOS): “As metas de curto prazo são aquelas um pouco maiores, que exigem mais planejamento e podem ser realizadas no prazo entre um e dois anos, como comprar um computador, fazer uma viagem de férias, etc.” 💻🚢 
LONGO (5 A 10 ANOS): “Já as metonas são as metas-mães. São as mais longas e também as mais difíceis, do tipo “comprar a casa própria” ou “juntar dinheiro suficiente para só trabalhar se eu quiser”.🏠 
“Caso alguém queira dar palpite sobre suas metas, diga simplesmente: “Não se META com a minha meta!” 😁 

2- MEXA-SE PARA CONSEGUIR REALIZAR SEUS SONHOS 
De 1 a 10 como anda sua vida financeira? Sendo que 1 representa MUITO RUIM e 10 representa EXCELENTE? O quanto você está feliz com sua vida financeira? De 1 a 10 o quanto você se destina ao seu planejamento financeiro? 
Ou seja, você não anda dedicando tempo para isso? Então, chegou a hora de saber como anda sua saúde financeira. “Assim como o médico pede um raio X do paciente [...] faça uma radiografia da sua vida financeira. Já vou avisando que esse exame é daqueles meio chatinhos de fazer. Mas é só assim que [você] vai conseguir enxergar o tamanho do buraco, digo, da encrenca... Ah, você entendeu.” 
Esse exame ou análise da situação se divide em três etapas:  
1ª etapa: Anote aí, o quanto você ganha.“Se você estiver entre aqueles felizardos que têm um holerite ou contracheque, fica fácil descobrir quanto ganha de fato. Não leve em conta o salário bruto, mas sim o que sobra no bolso depois dos descontos. Basta olhar para o campo, em geral magrinho, onde está escrito “Líquido”. Ele é a diferença entre o valor bruto e a soma do que você paga de imposto de renda, INSS, plano de saúde e demais mordidas, se houver. O campo “média mensal total” refere-se à soma dos valores líquidos das diferentes fontes de receita que você possa ter. Se tiver apenas o salário, a média mensal total será o valor líquido que aparece no seu holerite.” 
2ª etapa: Saiba exatamente o quanto você gasta. Para isso, anote todos os seus gastos mensais, inclusive parcelas e dívidas, se tiver. 
3ª etapa: Agora é hora de você escrever o quanto de dinheiro trabalha para você. Estou falando daquelas reservas bem investidas, que “[...]engordam todos os meses graças ao dinheiro que você poupa e aplica religiosamente, e à ação maravilhosa [dos juros compostos]”. 
Uma outra coisa bacana, que vai te ajudar a realizar seus sonhos é saber: quanto vale o dinheiro que você ganha? “Você sabe? Vai saber agora, graças ao Custo 100. É ele que vai defender as suas finanças pessoais diante da vitrine irresistível ou do garçom que se aproxima com a saideira na mão”. 
Custo 100 nada mais é do que descobrir quantas horas você precisa trabalhar para ganhar 100 reais.” Aqui no blog eu fiz dois post Quanto tempo você precisa para comprar uma cadeira de rodas? e Dicas para ensinar seus filhos, de forma divertida, a comer bem e lidar com dinheiro na Páscoa que explicam melhor como o Custo 100 poderá ajudar a controlar seus impulsos de compra que podem chegar a atrasar ou atrapalhar a realização de seus sonhos. 

3) SEJA UM(A) INTRAEMPREENDEDOR(A)  
A Nathália Arcuri é movida pelo intraempreendedorismo. Se você der um google, vai achar uma noção mais ou menos assim: “empreendedorismo praticado por funcionários dentro da empresa em que trabalham” ou “empreender dentro dos limites de uma organização já estabelecida”.  
Mas, ela prefere explicar de um modo mais simples: “é ter cabeça de dono mesmo quando se é funcionário”. Ou seja, é trabalhar por você e com paixão. 
Quando você trabalha por paixão, você acaba estudando mais sobre aquilo. E com isso seu valor de mercado aumenta e você conseguirá ser bem mais remunerado. 
4) ASSUMA A RESPONSABILIDADE 
Na altura do campeonato você já deve ter notado que nem sua família, nem seus amigos, nem seu chefe, nem o governo são culpados pelo seu fracasso. 
Se sua situação financeira anda ruim a responsabilidade é toda sua. Se anda faltando dinheiro no final do mês, que tal começar se responsabilizando pela falta de planejamento e disciplina? Se está com o nome sujo que tal começar a analisar o orçamento, estabelecer um quantia para quitar as dívidas e entrar em contato com os credores? 
Pessoas que alcançam o sucesso, “[...]não esperam que o tempo solucione seus problemas. Não colocam nas costas da vida a responsabilidade de dar um jeitinho nos erros que cometeram no passado. Elas se responsabilizam, reajustam o foco, elaboram um novo plano e o executam da melhor maneira possível, com a plena convicção de que pode dar tudo errado novamente. [...]Existe algo em comum entre as pessoas que “dão certo”: todas, sem exceção, são persistentes ao extremo no que se propuseram fazer.” 
Então por hoje é isso, espero que tenham gostado.Se gostou, me ajude aí dando uma curtida, compartilhe com seus amigos. Se tiver alguma dúvida, curiosidade ou sugestão deixe nos comentários abaixo. 
CLIQUE AQUI e saiba como a Nath chegou à marca de 1 MILHÃO DE REAIS INVESTIDOS! Sem herança, sem roubar, sem ganhar na loteria. Só trabalhando, fazendo escolhas mais inteligentes, aumentando meu valor de mercado, empreendendo e investindo corretamente. 
Fanpage - CLIQUE AQUI 
Instagram - CLIQUE AQUI 
Twitter - CLIQUE AQUI 
Email -claudiacma7@gmail.com