sábado, 27 de junho de 2015

A história do nutricionista cadeirante

Uma mulher de 30 anos entra no consultório e se depara com um jovem nutricionista sentado numa cadeira de rodas. A paciente começa explicando que quer emagrecer, que quando se olha tem a impressão que aquela pessoa refletida no espelho não é ela. E pede para o nutricionista prescrever um remédio para emagrecer logo ou vai fazer a cirurgia bariátrica.
Após ouvir a paciente, o nutricionista decide contar para ela um pouco de sua vida, o motivo de ter escolhido fazer nutrição e que a diferença entre o remédio e o veneno é a dosagem. Depois dessa conversa a paciente deixa o consultório decidida a mudar seu estilo de vida. Quer saber quem é esse nutricionista e como ele conseguiu isso? Vejam a entrevista abaixo.


Quem é Fernando Oliveira?

Fernando Oliveira hoje é um cara totalmente diferente do Fernando Oliveira antes do acidente, antes do acidente eu só pensava em ascensão profissional e nada mais, dinheiro e dinheiro, e hoje depois do acidente eu consegui compreender a essência de ser um promotor de saúde e que eu tenho uma missão muito maior do que simplesmente prescrever orientações nutricionais.

Meu objetivo é cuidar dos meus pacientes como um todo e proporcionar a eles, primeiramente bem-estar e qualidade de vida e depois a estética, ensino a eles o lifestyle de exercitar-se e de alimentar-se e descansar bem, e a cada dia que passa graças a Deus a aderência e compreensão têm aumentado bastante.
 E aí apesar das dificuldades consigo trabalhar e me manter dentro do mercado cuidando bem daqueles que me procuram, e segundo eles, sendo até uma mola propulsora a fim de motivar sempre.

Por que você escolheu ser Nutricionista?

Eu escolhi ser nutricionista primeiramente por ser obeso desde criança, já cheguei a ter obesidade mórbida, pesar 125 kg, e entrei na faculdade de nutrição pra me “curar” e consegui.

Perdi 40kg só com reeducação alimentar e treino, depois sofri o acidente treinando jiu jitsu e tive uma lesão de c6 e c7, ficando tetraplégico, fui para 60 kg, depois em 2 anos subi para 100kg, agora minha vida é dedicada 100% à dieta, treino, trabalho e reabilitação.


Como funciona uma consulta com um Nutricionista?

Cada um é cada um, é muito variante, e depende da experiência do nutricionista, acredito que não exista um padrão.

O que faz um Nutricionista especialista na área de esporte?

O nutricionista esportivo, a meu ver, é o profissional da área de alimentos mais versátil, pois ele trabalha com suplementos, alimentos, suplementação manipulada, e que não necessariamente é voltada apenas para atletas e sim para todos aqueles que buscam uma melhoria na condição física e mental.

Tratamos patologias, promovemos saúde, através da alimentação e da suplementação se for necessária. Para atendermos, basta ser fisicamente ativo, que tratamos o paciente como um todo e é um trabalho muito completo. Amo meu trabalho.


Qual a diferença entre anabolizantes e suplementos nutricionais?

Esteróides anabolizantes são provenientes do hormônio testosterona, existem vários tipos por aí, e foram criados para algumas doenças específicas, só que com o tempo começou a ser utilizada nos esportes de alta performance, por ajudar a recuperar as lesões miofibrilares mais rapidamente, e melhorar tanto a síntese proteica quanto à queima de gordura, porém existem indicações em casos específicos, mas infelizmente hoje se usa muito mais por estética do que por patologias.

Já suplementos são provenientes de alimentos, podem ser energéticos, estruturais, reguladores, por exemplos, carboidratos em pó, proteínas em pó, vitaminas, esses não têm nada a ver com anabolizantes, são recursos que servem para complementar a dieta do paciente, diante de carências analisadas em consulta com nutricionista.

Cite 7 razões para uma pessoa procurar um nutricionista.

Bem, o nutricionista é o único profissional habilitado para prescrever dietas, ele pode tanto prevenir quanto colaborar na cura de patologias e alterações em exames, melhorar performance, melhorar a composição corporal, suprir as necessidades individuais de cada um, diante de sua patologia, exercício, objetivo pessoal, sempre levando em conta sua individualidade biológica.

E sabendo que o processo para se chegar a uma boa alimentação é um percurso relativamente longo, mas que será para toda vida, além de ajudar os pacientes a desenvolverem o senso critico diante de seus corpos, e aprenderem como comer bem sem que seja necessário dietas restritivas.


Quais os desafios da profissão e do mercado de trabalho?

O desafio maior da profissão são as linhas de pensamento que divergem, e sempre as brigas entre as pessoas que pensam diferente, hoje a briga é muito grande, mas eu acho muito mais importante você confiar no seu trabalho, se atualizar sempre, discernir as condutas nutricionais certas e erradas e se espelhar nos melhores, mas claro, sempre filtrando as informações e adequando à realidade dos pacientes, da região onde você mora, das condições socioeconômicas, etc.

O grande desafio do mercado de trabalho é que virou moda ser nutricionista e hoje todo mundo se acha um pouco nutricionista, e quem já se formou já se intitula várias coisas, que nem é, como nutricionista esportivo, personal diet, nutricionista que trabalha com estética, então muito cuidado com o profissional que você está entregando sua saúde, primeiro solicite a inscrição no conselho de nutrição (CRN) e saiba do currículo dele, pois nem sempre o que ele diz será verdade.

Se qualquer outro profissional lhe prescrever uma dieta, denuncie no site do CRN, denuncie endócrinos, nutrologos, os famosos COACHS, Médicos, etc. Pois o único profissional que tem autonomia para prescrições dietéticas é o nutricionista bacharel, nem o técnico de nutrição pode prescrever, muito cuidado.

Que mensagem o nutricionista Fernando deixa para os leitores desse blog.
Cuidem da saúde de vocês é o maior bem que vocês tem, busquem sempre a longevidade saudável, não vivam de privações nem de restrições, saibam comer bem, se exercitem, mas aproveitem a vida. Tudo com moderação é bem vindo. A diferença entre o remédio e o veneno é a dosagem.
E como o leitor pode conhecer melhor o trabalho de Fernando?
Quem se interessar em palestras pelo Brasil, ou qualquer curso, pode mandar e-mails para oliveiraneto.fernando@hotmail.com – Pacientes que queiram se consultar no Recife também podem enviar e-mails, ou entrar em contato nas redes sociais como facebook no Consultório Particular Fernando Oliveira ou no instagram por direct @nandooliveiranutricionista, estou sempre à disposição.



Quer falar comigo? Então me chama no instagran @claudiacma7

Bjos!

Imagens do facebook do Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário