quinta-feira, 16 de julho de 2015

Mulher com Síndrome de Down supera preconceito e cria marca de acessórios de sucesso


Desanimada com a falta de oportunidades profissionais que tinha por ser portadora da Síndrome de Down, a inglesa Laura Green resolveu criar seu próprio caminho. Aos 23 anos, cansada de esperar, ela começou a marca de acessórios com uma amiga, também portadora de Down. Hoje, elas expõem em diversas feiras e exibições pelo Reino Unido.

“Não tinha nenhum plano de carreira na escola para mim. Eu estava apenas perdendo tempo até que eu fosse transferida para o próximo passo no sistema”, desabafou Laura ao tabloide Metro.

Ela contou que sempre quis trabalhar no mercado de moda. Mas não queira apenas ser funcionária, Laura sempre sonhou com um negócio próprio. A falta de colocação acabou dando uma nova perspectiva para ela. Atualmente, ela conta até com funcionários para ajudar na sua marca, a “Laura Green’s Serendipity”.

“Hoje eu tenho até assistentes pessoais para me ajudar nas tarefas do dia a dia. Meus amigos e família sempre estarão na minha vida como parte do meu círculo de apoio. Eu posso sair com eles para um almoço e quando eles perguntam como foi meu dia no trabalho, eu tenho como responder. Você não sabe como isso é maravilhoso”, conta ela.

“Eu sou uma empresária, uma mulher que tem seu próprio negócio, quantas outras mulheres de 28 anos podem dizer isso?”, se orgulha Laura.


Nenhum comentário:

Postar um comentário