segunda-feira, 30 de novembro de 2015

O direito a vez e voz das mulheres com deficiência do Rio Grande do Norte

Gente, sei que ando meio sumida. Mas, como vocês sabem estive nos dias 26 e 27 de novembro participando em Natal da 4ª Conferência Estadual de Políticas para as Mulheres do Rio Grande do Norte e no dia 28 ainda fui fazer o programa de rádio da APDAC( do qual falei em outro post).Enfim, minha bateria descarregou e eu não postei nada aqui.




Mas, hoje com minha bateria carregada vou fazer, para vocês,  a resenha da 4ª Conferência Estadual de Políticas para as Mulheres do Rio Grande do Norte. O evento contou com a participação do governador Robinson Faria, a secretária de Estado de Políticas Públicas para as Mulheres, Teresa Freire, secretária de Políticas do Trabalho e Autonomia Econômica das Mulheres da Presidência da República, Tatau Godinho e cerca  de 450 participantes, entre delegadas, observadoras e convidadas.


Na Palestra Magna , intitulada Mais Direito, Poder e Participação, Tatau Godinho  destacou como se tem buscado, ao longo da história, a igualdade entre homens e mulheres. Daí ela  ter destacado que durante séculos o espaço privado era destinado as mulheres enquanto, o espaço público era destinado aos homens. E essa relação conflituosa entre espaço público (homem) X espaço privado (mulheres) explica o porquê até hoje “desenvolver políticas públicas para as mulheres é uma tarefa árdua [...]1
Já as mesas redondas foram formadas pelos relatos e informações de mulheres quilombolas, com deficiência,  agricultoras, jovens etc. Destacarei aqui a fala da minha amiga Benomia, na qual falou que nós mulheres com deficiência fazemos parte de todos segmentos que ali estavam. Afinal de contas, podemos ser negras, jovens, idosas, quilombolas e termos uma deficiência.

Também é importante destacar, aqui,  que essa foi a primeira vez que as mulheres com deficiência tiveram direito a vez e  voz numa Conferência Estadual de Políticas para as Mulheres do Rio Grande do Norte .
Após as mesas redondas houve a formação de grupos para que pudessem discutir os Eixos da Conferência e posteriormente as propostas foram votadas pelas delegadas credenciadas.  
E em seguida, realizou-se a escolha das delegadas que representarão o estado do RN,  na 4ª Conferência Nacional de Políticas para as Mulheres , que acontecerá em Brasília em março de 2016. E para representar as mulheres com deficiência do RN, foi eleita Benomia Rebouças.

Por fim, só me resta agradecer todo o carinho, comigo, do pessoal da Secretaria Municipal do Trabalho, Habitação e Assistência Social, as Meninas do Movimento das Mulheres do Seridó, ao COEDE/RN e a Comissão Organizadora da  Conferência. 

# Gente, não posso deixar de mencionar, aqui, que na mesma  semana a cidade de Natal estava sediando o maior evento para estudantes com deficiência. Quer saber que evento é esse? Clique no link


Beijos!!!

Siga também:
Instagram @claudiacma7
Twitter De papo com Cláudinha

Facebook De papo com Cláudinha

quarta-feira, 25 de novembro de 2015

Inclusão na IV Conferência Estadual de Políticas para as Mulheres do Rio Grande do Norte

Foi o fato de ter sido reconhecida e parabenizada por dois participantes pela ideia do blog. E fiquei mais feliz ainda quando um deles me falou que ficou sabendo do evento graças ao blog. Como vocês sabem o propósito desse blog é divulgar informações e lutar pela melhoria da “qualidade de vida das pessoas com deficiência no Brasil”.
Então, seguindo essa lógica vou informar a vocês que nos dias 26 e 27 de novembro estarei indo a Natal compartilhar um pouco das ideias, anseios, dificuldades e notícias sobre a realidade das mulheres com deficiência com outras mulheres sem deficiência na 4ª Conferência Estadual de Políticas para as Mulheres do Rio Grande do Norte “Mais Direito, Poder e Participação para as Mulheres”

Então, se depender de mim,  todas as mulheres com ou sem deficiência, mães de crianças com deficiência ou sem deficiência, amigas de pessoas com deficiência do RN vão estar super bem informadas e preparadas para participar do evento. E para vocês não perderem nada, basta clicar no link, da foto, abaixo e ver toda  a programação:


Um super beijo e nos encontramos lá.
Siga também:
Instagram @claudiacma7
Twitter De papo com Cláudinha

Facebook De papo com Cláudinha

sexta-feira, 20 de novembro de 2015

Vejam o que rolou na IV Conferência Estadual dos Direitos da Pessoa com Deficiência do RN

Geeente, como falei no post O que rolará na IV Conferência Estadual dos Direitos da Pessoa com Deficiência do RN?,fui e aqui estou para contar, um pouco, o que aconteceu lá.
Delegação de Caicó
Bem, inicialmente tenho que parabenizar a comissão organizadora por ter nos recebido de forma bem receptiva e pela atitude de terem colocado a mesa de abertura no chão e não em cima de tablados, pois não haveria rampas para garantir acessibilidade.
O evento iniciou de forma emocionante com a Banda de Música da APABB e contou com a presença do deputado estadual Carlos Augusto Maia representando a Assembléia Legislativa do RN,  da Presidente do Conselho Estadual dos Direitos das Pessoas com Deficiência, Márcia Guedes, Presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Fernando Gaburri, secretária adjunta da Sethas, Maira Almeida,  Conselheiro do Conselho Nacional da Pessoa com Deficiência do Brasil,  Rubim Junior, o presidente da Sociedade de Cegos do Rio Grande do Norte, Ronaldo TavaresSubcoordenador da Educação Especial de RN, Joiran Medeiros da Silva bem como a participação da sociedade civil e de defensores da causa.


Na Palestra Magna realizada por Éliton de Souza Mendes, foi enfocado que dos 167 municípios do RN apenas nove (09) municípios possuem conselhos municipais.


Já no dia 17/11,  houve a Leitura e Aprovação do Regimento Interno da IV Conferência Estadual dos Direitos da Pessoa com Deficiência e seguido da formação de grupos para que pudessem discutir os 3 Eixos da Conferência, já citados na postagem anterior.
Após as propostas elencadas nos grupos, estas foram apresentadas em Plenária, as quais foram votadas pelos delegados credenciados. E em seguida, realizou-se a escolha dos delegados que representarão o estado do RN, na Conferência Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência.
Enfim, um obrigada todo especial para os membros da Delegação de Caicó por terem compartilhado esse momento comigo, vocês foram um amor! E também um agradecimento especial aos membros de outras delegações que me escolheram como delegada representando a Sociedade Civil.

Querem ver mais fotos do evento, então cliquem aqui.


Siga também:
Instagram @claudiacma7
Twitter De papo com Cláudinha
Facebook De papo com Cláudinha



quinta-feira, 19 de novembro de 2015

A história do Blog "A Menina e o Lúpus"


Geeeente, lembram do post Afinal ninguém é completamente sadio, só não foi bem examinado”? Pois é, entrei em contato com ela e pedi para que ela falasse um pouco mais de sua história e vejam o que ela nos falou sobre o blog.


O ano era 1997, eu parecia um sapo, de tão inchada que estavam meus gânglios embaixo do pescoço.
Na sala da casa da minha tia, por um médico da família eu estava sendo diagnosticada com Febre Reumática, e como "tratamento" foi me receitado uma benzetacyl a cada sábado, no primeiro sábado recebi o apoio e a companhia de familiares, o mesmo não se repetiu em sábados seguintes, eu passava muito mal com aquelas injeções ficava muito nervosa.
Passaram se dois anos e sessenta e quatro injeções, quando comecei a piorar, as dores só aumentavam eu estava muito magra e com o cabelo muito ralinho. Uma tia minha vendo aquela situação, resolveu pagar uma consulta em um reumatologista, que prontamente me diagnosticou com lúpus. Voltei a ter a atenção da minha família, que ia comigo ao hospital buscar remédios e a consultas, mas o tempo foi passando e mais uma vez cai no esquecimento.
Não conto quantas vezes desmaiei tirando sangue ou quantas vezes fiquei só em um quarto de hospital enquanto fazia as sessões de pulsoterapia (uma espécie de quimioterapia para lúpus).
De tanto você parecer forte, você acaba sendo vista como tal e as pessoas esquecem de perguntar como você está, ou talvez pelo fato de você ter uma doença crônica, e aquele seu quadro nunca melhorar, as pessoas tem preguiça de perguntar para ouvir a mesma resposta.
Eu sempre tive problemas para chorar, talvez eu não quisesse demonstrar fraqueza, mas o problema é que aquele choro contido estava cada vez mais me deixando doente, cansada de ser esquecida resolvi fazer o blog, queria me comunicar com minha família de alguma maneira.
No primeiro mês que criei o blog, percebi que não estava sozinha, e que haviam tido 6 mil visualizações, muitas pessoas estavam se identificando com a minha história.
Resolvi então falar de superação, e criei a Fan Page no Facebook, para juntamente com o blog poder dar suporte aquelas pessoas que passavam por coisas semelhantes, ou pior, tinham acabado de descobrir a doença e se viam perdidas. Se buscasse lúpus no google, só aparecia desgraça, queria que as pessoas tivessem um olhar diferente sobre a doença.
Queria que elas soubesse que existe vida após o diagnostico!
E hoje recebo muitas mensagens de apoio para que eu continue a dar forças e a orientar essas pessoas que nem sempre conseguem ter carinho e compreensão em casa.

E aí, o que acharam desse depoimento? Conhecem alguém que tem lúpus? Então, que tal apresentar para essa pessoa o Blog A Menina e o Lúpus!


E se quiser conhecer outras histórias inspiradoras, já publicadas, basta clicarAQUI, nas Entrevistas

Siga também:
Instagram @claudiacma7
Twitter De papo com Cláudinha

Facebook De papo com Cláudinha

segunda-feira, 16 de novembro de 2015

Beleza Adaptada

Geeente, como vocês já sabem sou vaidosa por natureza e amo batom, compro, ganho e ainda pego emprestado os da minha mãe, daí as vezes tenho quer fazer aquela faxina dos que já nem uso mais.
Eu apesar de ter limitações motoras nas mãos consigo passar o batom sem maiores dificuldades. Tudo bem, as vezes dou aquela borrada, mas se as famosas blogueiras  dizem que isso é comum e que todas elas, tiveram que se "cagar" muito até aprenderem a fazer aquela maquiagem perfeita.

Entretanto, existem meninas que não possuem força e destreza nas mãos e não conseguem segurar o batom e passá-lo daí elas precisarem usar o adaptador de batom que é uma “(...)  órtese [que] pode ser usada como encaixe para batom e pincel para blush1”.


E tão importante quanto a órtese, é o batom. Vou confessar que ando apaixonada por um  batom da linha Soul da Eudora .Ele é lindo, possui textura cremosa, uma  embalagem super simples, de plástico mesmo, mas  bonita e a  durabilidade é média não é daqueles que fica horas na boca, se comer, tem que retocar.

E aí, vocês já experimentaram algum batom da Eudora? E alguma de vocês usa o adaptador de batom? Deixem nos comentários!

Beijinhos!!

Esse post foi 100% da minha autoria.

Siga também:
Instagram @claudiacma7
Twitter De papo com Cláudinha

Facebook De papo com Cláudinha

sábado, 14 de novembro de 2015

O que rolará na IV Conferência Estadual dos Direitos da Pessoa com Deficiência do RN?

Geeeente, estarei indo segunda-feira (16/11/2015) participar da IV Conferência Estadual dos Direitos da Pessoa com Deficiência do RN. O evento acontecerá nos dias 16 e 17 de novembro, no Hotel Holiday Inn, Av. Senador Salgado Filho Nº. 1906 – Lagoa Nova- Natal/RN.

A IV Conferência Estadual dos Direitos da Pessoa com Deficiência do RN segue o calendário do Governo Federal definido pela Secretaria Nacional de Promoção dos Direitos da Pessoa com Deficiência e pelo Conselho Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência (CONADE) e tem a finalidade de reunir a sociedade para  reflexões e discussões na perspectiva da transversalidade, interdepêndencia e indivisibilidade dos Direitos Humanos, como parte do processo de avaliação das políticas públicas existentes na sociedade norte-rio-grandense.


Confiram a programação, abaixo, e vamos nos encontrar lá?!!

Siga também:
Instagram @claudiacma7
Twitter De papo com Cláudinha

Facebook De papo com Cláudinha

Depilação, técnicas e dicas para cadeirantes

Gente!
Como vocês já sabem sou muito vaidosa, adoro estar com as unhas, cabelos, pele bem cuidados. Mas se tem um cuidado que, para mim, é imprescindível é a depilação.
Na minha opinião, ela é fundamental tanto para homens quanto para mulheres.Se depilar é uma questão de higiene, sobretudo nesses dias quentíssimos pois, os pelos colaboram para que bactérias se aglomerem na pele. Assim, todo cuidado que nós mulheres com deficiência tivermos nesse quesito é pouco.
Sabemos que existem diferentes formas de depilação e eu aposto no quesito praticidade. Daí sonho com o dia que poderei adotar a depilação a laser e exterminar todos os meus pelos, mas, por enquanto, o que está cabendo no meu bolso é a depilação com cera.

Com a cera quente os pelos só começam a crescer após 20 dias e se tornar hábito fazer esse método o pelo demora ainda mais para nascer e fica mais fraco, isto é, mais fácil de ser retirado. Outro benefício é que a parte depilada fica lisa e macia bem diferente de quando usamos a lâmina.
Confesso que durante muito tempo usei a lâmina a figura mais utilizada pela maioria das brasileiras do Oiapoque ao Chuí, e ainda hoje quando surge um evento inesperado e eu preciso estar com a depilação em dia recorro a ela, mas a pele fica um pouco áspera.

Também devo destacar aqui só passei a fazer depilação com cera em 2010, pois, para mim, ir ao salão para me depilar era sempre um tormento, pois as macas de depilação são horríveis para as mulheres com deficiência física subirem. Mas, depois que conheci a Jô esse meu problema acabou, pois ela deixa o salão dela e vem me atender em domicílio.
Jô Araújo
Ela sempre usa produtos de boa qualidade e como ela sabe que sou SUPER ALÉRGICA redobra os cuidados com minha pele, pois qualquer coisa fico toda empipocada. Para isso, ela utiliza os seguintes produtos da Depimiel:

Cera Depilatória Roll On

100% descartável, processo higiênico, prático, rápido e econômico. Textura extremamente fina e depilação eficiente.


Lenços
Desenvolvidos especialmente para depilação com sistema roll-on, os lenços possuem fibras naturais, são macios, higiênicos e muito resistentes.
Aparelho aquecedor para depilação roll-on…
O aparelho aquecedor é indicado para aquecimento de cera Roll-on, um método prático, eficiente e econômico. Com apenas 30 minutos de aquecimento sua cera está pronta para realizar a depilação. O Aquecedor possui um termostato que liga e desliga automaticamente mantendo a temperatura desejada e constante da cera.
Jô também coloca talco infantil na área  antes de ser depilada e isso ajuda muito!! Além da pele ficar sequinha, os pelos saem de forma mais simples.

Bom, é isso gente! Eu espero que tenham gostado do post e quem quiser,  mais dicas sobre  depilação basta clicar aqui e falar com a Jô.

Beijos!
|-Esse post foi 100% da minha autoria e as imagens foram retiradas do site oficial da  Depimiel !


Siga também:
Instagram @claudiacma7
Twitter De papo com Cláudinha

Facebook De papo com Cláudinha

quinta-feira, 12 de novembro de 2015

Pais fazem engenhoca para filha com atrofia muscular poder andar de skate

Gente, diariamente ficamos sabendo pelos telejornais, de histórias que não alteram em nada a nossa vida. Só aumentam a nossa curiosidade pela dor e angústia de pessoas que provavelmente nunca encontraremos pessoalmente, simplesmente ocupando o nosso tempo. Entretanto, existem histórias que nos fazem refletir e nos possibilitam perceber o quão guerreiros e bravos fomos por conseguir enfrentar tal circunstância.

E um exemplo, de história inspiradora é a da “(...) Iris Oliveira, de 11 anos, filha da artista plástica Aline Giuliani e do skatista profissional Ricardo Porva, tem atrofia muscular espinhal (AME)”.

Cópia fiel da mãe, herdou dela o nariz, a boca, os olhos e os cabelos. Já do pai herdou a paixão pelo skate. Mas, provavelmente você esteja se perguntando como é possível Iris andar de skate se ela tem uma doença que “(...) faz com que seus músculos fiquem fracos até que atrofiem, dificultando assim tarefas como segurar a cabeça, sentar e andar” Para saber mais sobre Iris e a sua paixão pelo skate, clique aqui.
Se quiser conhecer outras histórias inspiradoras, já publicadas, basta clicar aqui.
Beijinhos no coração e boa leitura!
Siga também:
Instagram @claudiacma7
Twitter De papo com Cláudinha
Facebook De papo com Claudinha