segunda-feira, 30 de novembro de 2015

O direito a vez e voz das mulheres com deficiência do Rio Grande do Norte

Gente, sei que ando meio sumida. Mas, como vocês sabem estive nos dias 26 e 27 de novembro participando em Natal da 4ª Conferência Estadual de Políticas para as Mulheres do Rio Grande do Norte e no dia 28 ainda fui fazer o programa de rádio da APDAC( do qual falei em outro post).Enfim, minha bateria descarregou e eu não postei nada aqui.




Mas, hoje com minha bateria carregada vou fazer, para vocês,  a resenha da 4ª Conferência Estadual de Políticas para as Mulheres do Rio Grande do Norte. O evento contou com a participação do governador Robinson Faria, a secretária de Estado de Políticas Públicas para as Mulheres, Teresa Freire, secretária de Políticas do Trabalho e Autonomia Econômica das Mulheres da Presidência da República, Tatau Godinho e cerca  de 450 participantes, entre delegadas, observadoras e convidadas.


Na Palestra Magna , intitulada Mais Direito, Poder e Participação, Tatau Godinho  destacou como se tem buscado, ao longo da história, a igualdade entre homens e mulheres. Daí ela  ter destacado que durante séculos o espaço privado era destinado as mulheres enquanto, o espaço público era destinado aos homens. E essa relação conflituosa entre espaço público (homem) X espaço privado (mulheres) explica o porquê até hoje “desenvolver políticas públicas para as mulheres é uma tarefa árdua [...]1
Já as mesas redondas foram formadas pelos relatos e informações de mulheres quilombolas, com deficiência,  agricultoras, jovens etc. Destacarei aqui a fala da minha amiga Benomia, na qual falou que nós mulheres com deficiência fazemos parte de todos segmentos que ali estavam. Afinal de contas, podemos ser negras, jovens, idosas, quilombolas e termos uma deficiência.

Também é importante destacar, aqui,  que essa foi a primeira vez que as mulheres com deficiência tiveram direito a vez e  voz numa Conferência Estadual de Políticas para as Mulheres do Rio Grande do Norte .
Após as mesas redondas houve a formação de grupos para que pudessem discutir os Eixos da Conferência e posteriormente as propostas foram votadas pelas delegadas credenciadas.  
E em seguida, realizou-se a escolha das delegadas que representarão o estado do RN,  na 4ª Conferência Nacional de Políticas para as Mulheres , que acontecerá em Brasília em março de 2016. E para representar as mulheres com deficiência do RN, foi eleita Benomia Rebouças.

Por fim, só me resta agradecer todo o carinho, comigo, do pessoal da Secretaria Municipal do Trabalho, Habitação e Assistência Social, as Meninas do Movimento das Mulheres do Seridó, ao COEDE/RN e a Comissão Organizadora da  Conferência. 

# Gente, não posso deixar de mencionar, aqui, que na mesma  semana a cidade de Natal estava sediando o maior evento para estudantes com deficiência. Quer saber que evento é esse? Clique no link


Beijos!!!

Siga também:
Instagram @claudiacma7
Twitter De papo com Cláudinha

Facebook De papo com Cláudinha

Nenhum comentário:

Postar um comentário