quinta-feira, 12 de novembro de 2015

Pais fazem engenhoca para filha com atrofia muscular poder andar de skate

Gente, diariamente ficamos sabendo pelos telejornais, de histórias que não alteram em nada a nossa vida. Só aumentam a nossa curiosidade pela dor e angústia de pessoas que provavelmente nunca encontraremos pessoalmente, simplesmente ocupando o nosso tempo. Entretanto, existem histórias que nos fazem refletir e nos possibilitam perceber o quão guerreiros e bravos fomos por conseguir enfrentar tal circunstância.

E um exemplo, de história inspiradora é a da “(...) Iris Oliveira, de 11 anos, filha da artista plástica Aline Giuliani e do skatista profissional Ricardo Porva, tem atrofia muscular espinhal (AME)”.

Cópia fiel da mãe, herdou dela o nariz, a boca, os olhos e os cabelos. Já do pai herdou a paixão pelo skate. Mas, provavelmente você esteja se perguntando como é possível Iris andar de skate se ela tem uma doença que “(...) faz com que seus músculos fiquem fracos até que atrofiem, dificultando assim tarefas como segurar a cabeça, sentar e andar” Para saber mais sobre Iris e a sua paixão pelo skate, clique aqui.
Se quiser conhecer outras histórias inspiradoras, já publicadas, basta clicar aqui.
Beijinhos no coração e boa leitura!
Siga também:
Instagram @claudiacma7
Twitter De papo com Cláudinha
Facebook De papo com Claudinha

Nenhum comentário:

Postar um comentário