quarta-feira, 13 de janeiro de 2016

Revolução sexual das pessoas com deficiência: direito ao prazer?

Gente sabemos que  falar de  sexualidade ainda é um tabu na nossa sociedade, e quando o papo é a sexualidade das pessoas com deficiência é bem mais problemático ainda. Muita gente pensa que as pessoas com deficiência são assexuadas ou hiperssexualizadas.  
Para Luciana Steffen, no texto Gênero, Deficiência e Cuidado: Uma Reflexão Urgente na Pesquisa e na Prática . “As sociedades foram fisicamente construídas e organizadas com a ideia de que todos e todas são saudáveis, jovens, sem deficiência, formados de acordo com ideias culturais, e, de preferência homens, criando uma grande ideia de deficiência, negligenciando o que a maioria das pessoas precisa para participar completamente nela.”
Então, o Programa Viver Eficiente chamou a fisioterapeuta Paula Ferrari, para bater um papo sobre a sexualidade da pessoa com deficiência. Então, vale a pena conferir os vídeos abaixo:



E aí, curtiram? Querem saber mais sobre Sexualidade, Autoestima e Deficiência.Então, clique aqui.
E não esqueçam de assistir, todo domingo, às 14 horas, o Programa Viver Eficiente. Para isso, basta acessar o site da emissora:TV CIDADE NET (http://www.tvcidadenet.com.br/).
Beijinhos!!
Siga também:
Instagram @claudiacma7
Twitter De papo com Cláudinha
Facebook De papo com Cláudinha

Nenhum comentário:

Postar um comentário