segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

Ser Mulher

Ela se veste como uma mulher!

Por Heloisa Rocha (Moda Em Rodas)


A frase foi dita em 2008 e, desde então, ela nunca saiu do meu imaginário. Sim, na época, no auge dos meus 24 anos, eu me vestia como uma mulher, pois, sem querer entrar na questão de identidade de gênero, eu era, e ainda sou, uma MULHER!

Apesar de estar posando em um balanço, a vestimenta 
e a postura não a infantilizam.
Para quem nunca ouviu falar de mim, me chamo Heloisa Rocha, tenho 31 anos, sou jornalista e tenho osteogênese imperfeita, uma doença rara conhecida popularmente por como ossos de vidro ou ossos de cristal. Além das inúmeras deformações nos membros inferiores e superiores por conta das inúmeras fraturas adquiridas ainda no útero, eu tenho uma escoliose bastante acentuada, peso, aproximadamente, 20kgs e meço um pouco menos de um metro de altura. Apesar das minhas condições físicas, eu nunca deixei de me sentir ou de me vestir de acordo com a minha vontade e da minha idade e, felizmente, a embalagem (leia-se vestimentas) favoreceram para que as primeiras impressões obtidas sobre a minha pessoa não fossem confundidas.


Heloisa Rocha, autora e criadora
do "Moda Em Rodas'.
Por que estou dizendo isso tudo? A frase que abriu este texto foi dito por uma mãe de uma jovem, que tinha a mesma deficiência e idade que a minha. Porém, ela trajava um enorme vestido branco rodado e um enorme laço na cabeça da mesma cor. A roupa era linda para uma criança e não para uma jovem mulher como a filha dela. Será que aquela menina gostava do que vestia? Será que ela teve alguma participação na escolha daquela roupa? Será que ela se sentia feminina ou bonita consigo mesma?


Por conta desse e de outros episódios semelhantes, eu decidi criar um espaço nas redes sociais (Instagram + Facebook), no qual eu compartilho meu guarda-roupa, meus truques e todo conhecimento obtido sobre moda, já que, como muitas mulheres, tenho um fascínio pelo tema. Agora, o espaço ganha uma nova ferramenta e, semanalmente, abrirá espaço para discussões, dicas e entrevistas sobre o tema moda e pessoa com deficiência. Afinal, antes da deficiência vem a palavra pessoa e eu quero saber: Que tipo de pessoa você deseja ser?  Juntos, a cada publicação, iremos descobrir essa pessoa que, certamente, você é, mas que está escondida dentro de você!

Me acompanhe também no:

Sugestões ou críticas, escreva para mim no hrocha@live.com


Nenhum comentário:

Postar um comentário