quarta-feira, 27 de julho de 2016

Fenômeno do Youtube, Jout Jout, faz vídeo sobre as Paralimpíadas


Gente, vendo uns vídeos da Jout Jout fiquei imensamente feliz ao descobrir que ela recebeu um e-mail do Comitê Paralímpico sugerindo que ela fizesse um vídeo sobre as Paralimpíadas e ela aceitou.Para isso, ela foi a um evento teste de natação Paralímpica, fez um tutorial explicando como chegar no Parque Olímpico, localizado na Barra da Tijuca e entrevistou o Daniel Silva.
Mas, você sabe quem é Jout Jout? E sabe o porquê da minha alegria ao encontrar esse vídeo? A Jout Jout é uma youtuber que ficou conhecida por abordar assuntos polêmicos e pela defesa aos assuntos femininos, com um toque de humor.O vídeo que a alçou ao hall de celebridade da internet foi NÃO TIRA O BATOM VERMELHO, no qual ela aborda formas de relacionamentos abusivos.
Hoje o seu canal possui 962.476 inscritos, sua página do facebook tem 683.762 curtidas e mais de 500 mil seguidores no instagran, lançou um livro e anda ministrando palestras pelo Brasil. Ou seja, ela é uma influenciadora digital, que consegue encantar e conscientizar o público.
Para vocês terem uma ideia o vídeo que ela gravou no Parque Olímpico teve 327.751 visualizações. E inúmeros comentários de seguidores que após assistir a conversa dela com o Daniel perceberam que as limitações de uma pessoa com deficiência podem ser transformadas em simples detalhes diante das vitórias e vontade de ir sempre além. Sem falar dos que falaram que iam assistir as Paralimpádas.Então, vejam o vídeo abaixo.
E aí, gostou do post?Então, que tal dar uma forcinha e me ajudar a conscientizar mais gente? É só compartilhar, me seguir no Instagran ,dá um like no Facebook e um  Twitter também vale!



terça-feira, 26 de julho de 2016

Autismo é tema de debate online na próxima quarta-feria (27)

Fausta Cristina, do blog Mundo da Mi - espaço onde conta suas experiências em ser mãe de uma menina com Autismo, participará de uma discussão na seção Debate Aberto do site Diversidade na Rua


De acordo com a Organização das Nações Unidas (ONU) estima-se que 70 milhões de pessoas tenham autismo, cerca de 1% da população mundial. Crianças e adultos com essa síndrome geralmente apresentam dificuldades na comunicação verbal e não verbal, interação social e lazer e atividades lúdicas. Com isso, este tema é bastante discutido entre os educadores e familiares envolvidas na temática da pessoa com deficiência. Diante desse cenário, na próxima quarta-feira, dia 27 de julho, às 17h, o site do projeto Diversidade na Rua, da Mercur realizará um debate online com o tema “Minha experiência com o Autismo” com a psicopedagoga e criadora do blogMundo da Mi, Fausta Cristina.

Cristina falará sobre o processo de aceitação do diagnóstico e as mudanças que precisam ser feitas para ajudar as crianças/pessoas com autismo. As questões que envolvem a vida das famílias e das pessoas que em geral têm suas vidas tocadas pelo autismo também serão abordadas durante o debate. “Se tem uma coisa que aprendi é que o autismo é diferente de pessoa para pessoa, não existe receita que funcione igual para todos e ninguém ainda pode afirmar verdades”, declara a psicopedagoga.

Por ser aberto ao público, qualquer pessoa que tenha interesse no tema pode participar do debate, basta acessar o site(www.diversidadenarua.cc/debate). O formato é como o de um fórum: as questões são lançadas pelos participantes e todas as respostas podem ser replicadas. Para interagir é preciso fazer um cadastro rápido e simples.

SERVIÇO
Debate aberto Diversidade na Rua
Tema: Minha experiência com o Autismo
Data: 27 de julho 2016
Horário: 17h
Para participar acesse: http://www.diversidadenarua.cc/debate

Sobre Fausta Cristina:
Mãe de 03 filhos e avó é membro fundadora e voluntária do Instituto Autismo e Vida de Porto Alegre/RS. A colunista do portal Vida Mais Livre é casada, pedagoga e psicopedagoga. Sua terceira filha, Milena, tem autismo. Participa de grupos de pais, virtuais e reais e faz muitos cursos sobre autismo. Atua voluntariamente para auxiliar na divulgação do autismo no Brasil. Desde 2006, possui um blog para compartilhar sua experiência incrível de ser a mãe da Milena.

Sobre a Mercur:
A Mercur é uma empresa brasileira, fundada em 1924 na cidade de Santa Cruz do Sul (RS) e começou sua trajetória com produtos derivados da borracha. Com o passar dos anos e o repensar constante das suas atividades, a empresa entende que tudo que é produzido para atender as necessidades humanas tem um impacto no ambiente, indivíduos e na sociedade.
A Mercur assume publicamente o compromisso de participar com pessoas e organizações na criação de soluções sustentáveis. Nessa caminhada a empresa tem descoberto novas maneiras de construir soluções com as pessoas, a partir das necessidades delas. Atualmente a empresa conta com cerca de 700 colaboradores com um portfólio de produtos voltados aos segmentos de educação, saúde, como: borrachas de apagar, bolsas térmicas, muletas e produtos voltados a pessoa com deficiência. A companhia também atua na área industrial com soluções customizadas, disponibilizando lençóis de borracha e peças técnicas, bem como pisos especiais e revestimentos.

Mercur na Web:
Site da Mercur: www.mercur.com.br
Mercur no Facebook: Mercur Oficial
Mercur no Twitter: @mercuroficial
Mercur no Youtube: Mercur S/A
Nas redes sociais, utilize a hashtag: #bompratodomundo

Informações para a Imprensa:
Luiz Valloto, Janaina Leme, Tatiane Dantas, Vânia Gracio e Melissa Sayon
Fone: (11) 5091-7838
mercur@singcomunica.com.br

E aí gostou desse post? Então compartilhe, deixe seu comentário e não esqueça de me acompanhar no Instagran e Facebook.



segunda-feira, 25 de julho de 2016

Dia dos Avós: Dicas de presentes para quem nos mima o ano todo

Gente, vocês sabiam que no dia 26 de julho é o Dia dos Avós? Esse dia foi escolhido porque é o dia  de Santa Ana e São Joaquim, os pais de Maria em avós de Jesus Cristo. Você pode ou não ser católico (a) mas, uma coisa é fato os avós são tão importantes na criação dos netos que normalmente as avós são chamadas de "segunda mãe" e os avôs de "segundo pai".
Por isso, dê um abraço neles, mostre o quanto você os ama.Mas, se você gosta de fazer um agradinho a mais deixo aqui algumas dicas de mimos para quem vive mimando os netos e os defendendo na hora da encrenca.
Dica 1 #Caixa Decorada de Fotos 
Você pode fazer uma caixa com fotos de momentos especiais da família ou com os netos e dentro colocar chocolates. Depois ela pode ser utilizada para guardar objetos mais frágeis, como jóias.
 

Veja o vídeo, abaixo, ensinando fazer a caixa personalizada.

 
Dica 2 #Jogos 
Xadrez,dama, baralho. Tem muitos avós que adoram esse tipo de passatempo.E se algum deles não possui coordenação motora necessária para manter as cartas nas mãos, o site Diversidade na Rua mostra como fazer dois tipos de adaptações para jogos de cartas. Para saber é só clicar em Adaptação para jogos de cartas e/ou Baralho.
Dica 3 #Perfumaria 
Qual a mulher que não gosta de se cuidar? E se ela gosta de comer Açaí, aposto que ela também vai amar usá-lo na pele. Eu estou amando os produtos da Linha Ekos Açaí da Natura. Toda a linha possui uma fragrância deliciosa, dando um toque suave e macio a pele.
Já para os vovôs as dicas são um kit Kaiak Barba Exclusivo da Natura com  Gel para barbear, um Balm após barba, 2 Sabonetes em barra cremosos 90 g e um embalagem de presente caixa. Além de uma linha de cremes especialmente criada para eles.
 

Dica 4 #Tablets e smartphones 
Também tem os avós que são super ligados nas redes sociais, e estão sempre garantindo aquele like especial nas fotos dos netos e deixando aquele comentário especial. 


Dica 5 #Livros, CD e DVD 
Seu avô gosta de ler? Então, que tal um livro bacana para ele.Você só precisa saber qual o gosto dele (ação, aventura, romance, comédia) que não tem erro. E a vovó gosta de música? Dê uma olhada nos últimos bons lançamentos do gênero que ela gosta. 
Dica 6 #Cesta com gostosuras 
Você pode levar para eles uma cesta com aquelas coisinhas gostosas que eles adoram comer ou com produtos orgânicos e naturais.
Dica 7 #Roupão para banho 
Para avós de mais idade além de agradável é bem mais  prático sair do banheiro com um roupão, do que enrolado numa toalha! 
E aí, o que achou das sugestões de presentes?   
A maioria deles tem preço super acessível  e você encontra fácil. Em Caicó você acha esses e outros tipos de presentes em Yuri Importados, Claro Caicó e Cestas Requinte. Combinado? 
Super Beijo 
 
E que tal dar uma forcinha e me ajudar a divulgar esse texto? É só compartilhar, me seguir no Instagran ,dá um like no Facebook e um  Twitter também vale!
*Este post não é um publieditoral e todo o texto é da blogueira que vos fala.  




 

 
 








 






sexta-feira, 22 de julho de 2016

Os jegues e as pessoas com deficiência e mobilidade reduzida em Caicó

Olá, meus Amores!
Como foi o seu Dia do Amigo? O meu teve a Revelação do Amigo Secreto, teve a comemoração do aniversário de uma amiga, muita carne assada com macaxeira mas, também a constatação de muito lixo, sujeira e desrespeito nas ruas de Caicó. E estacionar em Caicó é osso.
Como se diz aqui no Nordeste se você é uma pessoa boa das pernas e respeita o Código de Trânsito ou você vai de moto táxi ou estaciona o seu carro, (vários cavalos motorizados), ou seu jegue motorizado, (moto), umas dez léguas de distâncias e reza para não ser roubado.Rindo a toa
Agora se você é como eu estropiada das faculdades motoras aí você está é lascado e mal pago. Já que a maioria dos restaurantes, bares, lojas e repartições públicas não disponibilizam nenhum espaço próximo para que as pessoas que usam muletas, cadeira de rodas possam estacionar seu carro.E aqueles locais que disponibilizam estacionamento e rampas são ocupados pelos veículos de como dizia minha tia “de uma raça muito ruim”.
E eu ontem constatei que se nós pudéssemos trocar toda a ruindade, o lixo das ruas, a falta de educação e a falta de vergonha na cara dos caicoenses por chuvas era o fim da seca no Nordeste.Convencido
Parece até mentira uma cidade conhecida pela hospitalidade, que tem um povo alegre e que no mês de julho pintam as casas, colocam as melhores louças para fora dos armários e lavam e passam os famosos conjuntos de cama, mesa e banho bordados para receberem amigos e familiares que moram fora e vem à Festa de Sant’Ana tenham as ruas repletas de lixo.
Daí me assustei ontem quando minha amiga estacionou o carro e eu ao abrir a porta me deparei com tanto lixo espalhado.Para quem tem dificuldades motoras descer de um carro é um pouco difícil. Agora imagine se vier acompanhado de nojo, fedor e medo de ser picada por algum rato ou escorpião que poderia se encontrar no meio do lixo.
Mas, com a ajuda de minha amiga consegui sair do carro e subi a calçada que tinha uma guia rebaixada.Atravessamos a rua e na outra ponta havia outra guia rebaixada e rapidinho sem dificuldade chegamos à mesa na qual estavam as outras amigas.
Conversamos muito, mangamos umas das outras, tiramos fotos e comemos tanta carne de sol, macaxeira, arroz de leite e farofa que abrejamos.Muito triste
Mas, depois de termos enchido o bucho e dado muitas risadas chegou a hora de irmos para casa. E adivinha o que eu achei quando cheguei nas rampas?!Um jegue motorizado,(moto), em cada rampa impedindo o meu acesso e de outras pessoas com dificuldades motoras, além de carrinhos de bebê, andadores de idosos, etc.
E sabe o que me espanta é que faz poucos dias que José Mário denunciou no seu blog um fato bem parecido tendo sido o mesmo divulgado por outros blogueiros de Caicó.Daí fico me perguntando será que os pilotos desses jegues motorizados não gostam de redes sociais? Será que tiraram  a CNH pelos correios? Ou será que não enxergam? Oxente, até onde eu sei, cegos não dirigem. surpreso
Na verdade, acho que eles pensam que pessoas com deficiência e mobilidade reduzida não saem de casa, não tem amigos(as), nem muito menos vai a um bar.E essa vaguinha, sem uso, na esquina é tão boa quanto carne assada com macaxeira.Já eu finjo que não vi um jegue estacionando outro jegue, (motos), a polícia do trânsito finge que fiscaliza e os pilotos dos jegues motorizados, (motos), fingem que são pessoas boas, trabalhadoras, inteligentes e honestas.
E nas cidades de vocês tem muitos jegues estacionados e estacionando em locais reservados para idosos e pessoas com deficiência?Contem aí nos comentários!

E aí, gostou do post?Então, que tal dar uma forcinha e me ajudar a divulgar esse texto? É só compartilhar, me seguir no Instagran ,dá um like no Facebook e um  Twitter também vale!