sexta-feira, 3 de fevereiro de 2017

O que rolou na IV URSAP?

Gente, nessa quinta-feira(02/07/2017) rolou na IV URSAP de Caicó a palestra Deficiência Física: Mitos e Verdades conduzida por Michaell de Oliveira e Leonaldo Bezerra como parte do X Seminário Interdisciplinar e V Mostra de Estágio do Curso de Graduação em Enfermagem.

E a titia aqui 😃 juntamente com o amigo  José Mario fomos convidados para bater aquele papo com os alunos da UERN. A palestra foi aberta pelo advogado Michaell que priorizou iniciar sua fala pontuando aspectos históricos que ilustram a trajetória das pessoas com deficiência, num segundo momento ele apresentou os vários tipos de deficiência, falou que o RN é o estado com o maior percentual proporcional em população com pessoas com deficiência, abordou a Síndrome de Spoan que acomete cerca de 10% da população do município de Serrinha do Pinto e, por fim, fez uma rápida dinâmica com o propósito de mostrar coisas que as pessoas jamais devem fazer com um(a) cadeirante.
Já eu e o Zé Mario, apesar de historiadores, resolvemos abordar como é a vida nos dias atuais de uma pessoa com deficiência. Para isso, falamos de alguns perrengues que enfrentamos no nosso dia a dia, da falta de acessibilidade nas Unidades de Saúde, da necessidade de políticas públicas e por fim o desrespeito da nossa cidade/sociedade com as pessoas com pessoas com deficiência.


Mas, o que dizer de tudo isso? Inicialmente agradecer a Michaell e aos professores da UERN pelo convite e confiança depositada, também não poderia deixar de agradecer a atenção e o carinho dos nossos futuros enfermeiros. E por fim, espero que vocês compartilhem e ponham em prática com seus familiares, amigos e colegas de trabalho o que vocês aprenderam hoje. Ou seja, que vocês também assumam a função de espalhar a inclusão.
Agora eu vou indo, mas eu volto logo.
Bjs!
Gostou do nosso conteúdo? Quer se juntar às mais de 2.400 que acompanham o blog e recebem dicas e informações sobre educação, saúde, bem estar, beleza, acessibilidade e educação financeira? Então, é só clicar no botão Curtir.


Nenhum comentário:

Postar um comentário