quarta-feira, 2 de agosto de 2017

O que devemos calcular antes de comprar um carro?

Venho percebendo que nos blogs, canais do youtube, facebook e instagram criados por/ou para pessoas com deficiência estão repletos de informações, soluções e motivos para as pessoas com deficiência continuarem estudando, se divertindo, namorando, viajando, trabalhando, casando, sendo pais.
Também notei que nesses blogs encontramos muitos textos informando os tipos de adaptações de carros que existem no mercado e os benefícios que as pessoas com deficiência possuem como o direito a descontos e isenções na hora da compra de um automóvel zero.Um carro para deficientes pode chegar a um desconto de 30%.
Então, muitas pessoas com deficiência sonham com o dia que vão entrar numa concessionária, comprar o carro e dar uma banana para os motoristas de busão, que fingem não verem o cadeirante no ponto de ônibus.
Daí há blogs e canais no youtube que mostram cadeirantes na concessionária fazendo test drive e felizes da vida. Sabemos que o test drive é essencial na hora da compra de qualquer carro, mas devemos destacar que o test drive de um cadeirante é um pouco diferente pois, temos que nos atentar para certas questões como:
a) a abertura da porta, pois quanto mais a mesma abrir, mais próximo podemos chegar com a cadeira de rodas, e mais fácil será para entrarmos no carro.
b)Altura, pois carros altos dificultam na hora de entrar e sair;
c)Porta malas,pois cadeirante que é cadeirante leva a cadeira pra todo canto e por isso, precisa de um porta malas legal.
Porém, essa espécie de “vingança” inconsciente muitas vezes pode ficar cara para o cadeirante. Sacaram? Não! Então, fique atento a essa história abaixo:

EXEMPLO:
João não aguenta mais olhar pra cara daquele motorista de ônibus, cara de pau, chamado Juvenal que vira e mexe finge que não enxerga João sentado numa cadeira de rodas. Por causa de Juvenal, o patrão já chamou a atenção para os atrasos de João. Daí com medo de perder o emprego, João  resolveu comprar um carro que custa 32 mil reais, mas com as isenções só precisará pagar 25 mil reais.Todavia, como João não planejou a compra ele teve que financiar o mesmo.
João foi a agência bancária A que ele é cliente, falou com o gerente Sidinelson o qual ofereceu a João água, café, biscoitos e um empréstimo com uma taxa de juros de 1,7% ao mês, no prazo de 36 meses, sem entrada.Todavia, se João tivesse ido à agência bancária B que Juliana, a esposa dele, é cliente tinha conversado com o gerente  Emanoel e tinha levantado o empréstimo com as mesmas condições,  taxa de juros de 1% ao mês, no prazo de 36 meses e  economizado R$ 3.738,06.

Tabela extraída do Blog Meu Bolso Feliz
OS NÚMEROS NÃO MENTEM
O que os números acima revelam é que se João tivesse pesquisado as diferenças de custo entre os dois  bancos tinha economizado quase 4 mil reais. Uma outra coisa que constatamos é que João vai pagar ao todo R$ 8.630,94 de juros.
Além do mais é importante destacar que o financiamento é um empréstimo que tem como garantia o próprio carambeque.Ou seja, João poderá ter que voltar a andar de busão, pois o carro poderá ser apreendido e a dívida vai permanecer ativa até que o valor financiado seja recuperado.

A DICA É:
Antes de financiar, não pense apenas no motorista do busão. Como diz o ditado: “a vingança é um prato que se come frio”(aí como hoje eu estou maligna). Então, a melhor forma de se livrar dele é comprar à vista, conseguir excelentes descontos em uma negociação e depois oferecer uma carona ao motorista do busão. Mas, se você é como o João e não conseguiu poupar o valor do carro e tem pressa em comprá-lo as dicas são:
1)Não comprometa mais de 30% das despesas do orçamento líquido da família;
2)Reduza ao máximo o número de prestações;
3)Não aja por impulso, volte para casa, reflita sobre o assunto, faça todas as contas e volte para o vendedor com a proposta final;
4)Calcule o custo total do financiamento e não o valor de cada parcela.
5)Coloque na ponta do lápis as despesas que o carro trará (parcela,  gasolina, seguro, manutenção, depreciação etc.).
E aí, alguém já deu carona aquele motorista de ônibus cara de pau? Tem mais alguma dica pra se livrar do motorista Juvenal e não se endividar?
Então conte pra gente!E se quiser continuar recebendo mais informações sobre esse e outros assuntos do Blog, é só me seguir no instagram e no facebook.
Bibliografia:Bolso Feliz

Nenhum comentário:

Postar um comentário