segunda-feira, 29 de janeiro de 2018

Carnaval: 3 dicas para planejar as finanças

Tem quem diga que depois do Ano Novo já é Carnaval. Uma das festas mais esperadas pelos brasileiros já se aproxima: a segunda terça-feira de fevereiro promete animar os foliões em um feriado prolongado. Porém, os dias de folga não são motivo para descuidar das economias. 
“As palavras de ordem são planejamento e controle. Relacionar todos os gastos que irão acontecer e manter controle sobre o que irá gastar é fundamental para não acabar o Carnaval endividada”, alerta o economista Alexandre Prado. 
Confira 3 dicas para passar o Carnaval sem perrengue e curtir a folia com o bolso tranquilo. 
1 – Viaje até onde cabe no seu bolso 
Um feriado prolongado parece tentador para cair na estrada e descansar sozinha ou com a família. Antes de escolher o destino, analise sua situação financeira e só então escolha para onde ir. Afinal, ninguém quer levar um susto quando as contas de fevereiro chegarem. 
Compre passagens e reserve acomodação com a máxima antecedência possível. Assim, é possível procurar por promoções e geralmente os preços estão menores. Escolha destinos menos badalados, já que os mais procurados costumam ficar bem mais caros nesta época do ano. Outra dica importante é flexibilizar datas de partida e chegada. Ao pesquisar passagens em dias diferentes, é possível conseguir diminuir consideravelmente o valor. 
Lembre-se de utilizar os programas de pontos e milhagens e, assim, reduzir o desembolso de dinheiro. Viaje com pouca bagagem e estabeleça um limite diário para gastos. Tente ao máximo se manter dentro dele! Prever o quanto poderá gastar lhe ajudará a não extrapolar o orçamento. 
“Evite usar táxi e serviços de transfer e priorize o transporte público sempre que possível. Na hora de se alimentar, opte por restaurantes menos conhecidos e fora de zonas turísticas. Outra solução econômica é comprar os ingredientes e preparar suas próprias refeições”, ressalta Prado. 
2 – Abuse da criatividade para gastar menos 
Fazer a própria fantasia ou fazer as refeições em casa antes de ir para os bloquinhos de rua são alternativas para curtir as festas sem passar perrengue com as finanças no mês seguinte. As ações mais simples, como levar garrafinhas de água ou um cooler com as suas bebidas alcóolicas, podem gerar uma economia significativa. 
Se você pretende viajar, a dica é quebrar paradigmas. “Hospede-se em hostels, acampe ou alugue uma casa com vários conhecidos. Em termos de transporte, procure aquele que seja mais barato e adequado ao destino desejado. Compre alimentos e bebidas em supermercados e abasteça onde estiver hospedada. Alimentação é um gasto considerável em viagens, principalmente com casa cheia”, pondera Prado. 
Para quem tem crianças, uma alternativa é buscar bailes e blocos gratuitos por toda a cidade. Praia ou atividades ao ar livre, como ir a parques, irá ajudar os pequenos a gastarem energia sem extrapolar o orçamento. Já considerou criar um bloquinho colaborativo entre as crianças da vizinhança? 
3 – Carnaval também é época de fazer dinheiro extra 
Para muita gente, esta é uma época de descanso e lazer. Mas porque não aproveitar para ganhar um dinheiro extra? Com a chegada dos turistas, há uma alta no comércio de locais disputados. Mas cuidado, é importante ter atenção aos investimentos e gastos para saber se valerá a pena todo o trabalho. 
“A foliã que desejar aumentar a renda sem sair do clima festivo pode bolar, costurar e vender fantasias, fazer acessórios para outros foliões, vender artesanatos, produzir comidinhas, doces e lanches, organizar eventos – bailes, festas, churrascos – com o tema, alugar o próprio imóvel ou parte dele para turistas e transporte de pessoas por meio de aplicativos. São muitas as opções”, conclui Prado. 
aí,gostou?!Sugira novos temas, curta, comente e compartilhe !A sua opinião é muito importante para nós.💰 
Fanpage - CLIQUE AQUI  
Instagram - CLIQUE AQUI  
Twitter - CLIQUE AQUI  
Email - claudiacma7@gmail.com  

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário