segunda-feira, 19 de fevereiro de 2018

Aprenda a comprar melhor e economizar


Fazer compras é uma maravilha, todo mundo sabe. Tudo bem que comprar produtos de limpeza num supermercado não é tão bom quanto fazer compras no shopping, mas ainda assim, é uma impressão boa – você está adquirindo produtos para o funcionamento da sua casa. Sabendo disso trouxe  dicas para você economizar uma boa grana na hora das compras.
    1- FAÇA LISTAS
Apesar de ser um método antigo, ele continua funcionando muito bem. Essa anotação pode ser realizada no papel ou num aplicativo de celular e ajuda e muito na organização das finanças. O objetivo das listas é que as compras por impulso sejam evitadas. Um bom controle financeiro exige que tenhamos uma ideia exata do que é realmente básico e o que não passa de luxo.
Uma boa dica que o site Meu Bolso Feliz nos dá é: “O mês começou e você não sabe direito tudo que terá de despesas, além das essenciais como pagamento de luz, telefone etc. Comece fazendo um checklist de tudo que precisa comprar e todos os gastos que terá. E mais: continue se organizando, fazendo listas ao longo do mês: mercado, material escolar, o que realmente falta no seu guarda-roupa. As listas ajudam a priorizar o que realmente importa e deixar de lado os supérfluos”.
Faça também listas de sonhos. O que você quer comprar na próxima semana, no próximo mês, no próximo ano e por aí vai...É isso o que chamamos de sonhos de curto, médio e longo prazo. Quanto mais você souber, mais claro você tiver essa ideia do que você quer de verdade menos você gastará dinheiro com o que não é importante.

2 – ELABORE UM LIMITE
Pense friamente no teto de quanto vai gastar. Para isso é necessário analisar suas finanças e saber exatamente o quanto poderá gastar.Não adianta de nada atender todos os seus desejos de consumo momentâneos e se arrepender no momento que a fatura do cartão de crédito chegar.
Lembre-se sempre: compra inteligente é aquela que não destrói seu patrimônio.
3-CUIDADO COM OS MODISMOS
Todo ano a cada estação aparecem os modismos. Os modismos são aquelas peças de roupas e acessórios que marcam muito uma determinada época. São coisas que quando você bate o olho, você sabe que aquilo não vai permanecer por muito tempo.
Quem aqui não lembra das jóias que a personagem Athena, interpretada por Giovanna Antonelli, usava na novela A Regra do Jogo? Então, a dica é se você gostou de algum modismo opte por uma peça mais barata porque daqui a seis meses, um ano ela já não vai mais estar na moda e você não vai mais querer usá-la.    

4-PESQUISE ANTES DE COMPRAR
Pesquise o máximo possível! É comum que supermercados e lojas façam uma maquiagem de preços. Vai dizer que você nunca viu uma propaganda no intervalo da novela dizendo que a loja MARAVILHA baixou todos os preços?
Infelizmente ainda tem muitas lojas que sobem o preço das coisas antes de baixar pro preço original  e anuncia na TV “oportunidade única de comprar pela metade do preço”. Daí vem aquele celular lindo baixou de: R$ 1000,00 para R$ 500,00, quando na verdade o produto sempre custou R$500,00.
Mas, com a internet na palma da mão dá pra fazer a pesquisa. Existem vários serviços online que agrupam sites e produtos, possibilitando a avaliação de preços e o acesso à oferta original de forma simples. Muitos deles possuem, inclusive filtros por categorias.
5- USE CUPONS DE DESCONTO
Já existem vários sites que disponibilizam cupons de desconto para lojas, restaurantes, viagens e para muitos outros lugares e estabelecimentos.
Um desses sites é o CUPOM VÁLIDO que  disponibiliza cupons de descontos de diversas lojas como Americanas, Arezzo, C&A. Dessa forma, antes de realizar uma compra, faça uma breve pesquisa na internet para saber se não existe um cupom de desconto para ela.
6-NÃO DEIXE AS LOJAS SEDUZIREM VOCÊ
Você já foi a uma loja de roupas e pegou aquela roupa que você achou tão legal e quando vai ao provador se apaixona pela roupa e já sai passando o cartão. Mas, quando você chega em casa e veste a mesma roupa você diz: “E esse pneuzinho que eu não vi lá na loja e essa cintura que na loja era como dizia Luiz Gonzaga ‘cintura de pilão’”. E você acaba encostando lá a roupa.
Você sabe por que isso acontece? Isso acontece, porque os provadores das lojas estão preparados com uma iluminação especial, às vezes eles dão até um jeitinho no espelho para parecermos mais magras, mais altas etc
A dica é fugir da estratégia da iluminação e do espelho. Para isso, saia do provador e se olhe naqueles espelhos do corredor da loja. Também outra dica valiosa para não se arrepender da compra é fazer uma selfie dentro do provador e outra fora e se ver como fica a roupa em você.

E aí,gostou do post?!Sugira novos temas,curta,comente e compartilhe!A sua opinião é muito importante para nós.💰 
Fanpage - CLIQUE AQUI  
Instagram - CLIQUE AQUI  
Twitter - CLIQUE AQUI
Email - claudiacma7@gmail.com    

segunda-feira, 12 de fevereiro de 2018

Como a maternidade transformou Ana Paula numa fada madrinha que toda mãe e filha sonham?

Gente, eu estou encantada com o vestido de Fernanda e com a história da loja de roupas infantis Ana Giovanna que é um verdadeiro conto de fadas que transforma meninas em princesas. Ela vende roupas infantis para meninas e também tem roupas  tal mãe tal filhaacessóriosroupas para  comemoração especial de aniversário inspiradas nos contos de fadas e personagens como Frozen, Minnie e Galinha Pintadinha, dentre outras opções.  
A ideia da loja começou a ser gestada quando o exame do teste de gravidez da empresária/fada madrinha Ana Paula Faria Neves Dantas, mostrou resultado positivo.E como toda mãe de primeira viagem ela ficou ao mesmo tempo super feliz e cheia de dúvidas. 
Assim, ela começou “estudar tudo sobre bebês e assuntos ligados à maternidade, especialmente sobre a evolução da gravidez e as etapas que envolvem todas as fases do crescimento daquela nova vida que está crescendo no ventre”.
Em 2010 quando sua filha/princesa Giovanna nasceu a Ana Paula logo percebeu que as mães possuíam dificuldades de acharem vestidos para as crianças usarem em ocasiões especiais como  batizados, festinhas de aniversário, festas de final de ano.
Essas experiências e informações reunidas foram o primeiro passo para Ana Paula criar a marca de moda infantil Ana Giovanna. Ainda conforme, a publicitária e fundadora do site Real Maternidade, Luciana Cattony “(...) a maternidade desenvolve habilidade de assumir riscos, esforço e sacrifício, automotivação, planejamento, gestão de recursos, comunicação e oratória, gestão, liderança e capacidade de negociação (...)”.
Ainda para que sua ideia/negócio desse certo ela contou com a ajuda de uma equipe de costureiras e modelistas profissionais que produzem vestidos ricos em detalhes, com tecidos de alta qualidade,  aviamentos ricos em detalhes e que chamam atenção, sobretudo, pelo estilo, pela delicadeza e pela perfeição.
E para comunicar-se de forma inteligente com seu cliente e ficar atenta a todas as mudanças do mercado a Ana Paula lançou em 2011 seu primeiro blog e ateliê virtual na Internet (https://www.anagiovanna.com.br/blog/) e por meio dele ela já atendeu clientes em todo o país e também no exterior.
Então, se assim como eu você gostou da história da Ana Paula, quer comprar um vestido para presentear sua filha, sobrinha ou afilhada, quer conferir os últimos modelos produzidos pela Ana Giovanna, ou simplesmente quer saber como é o dia a dia de uma mãe empreendedora basta:

E aí,gostou do post?!Sugira novos temas,curta,comente e compartilhe!A sua opinião é muito importante para nós.💰 
Fanpage - CLIQUE AQUI  
Instagram - CLIQUE AQUI  
Twitter - CLIQUE AQUI
Email - claudiacma7@gmail.com    

sábado, 3 de fevereiro de 2018

Como curtir o carnaval sem chorar depois coleguinha?

Estamos entrando em uma época de exageros, na qual as pessoas esquecem dos problemas, sejam eles financeiros, físicos ou profissionais e excedem todos os limites em nome da diversão e da alegria, mas será que vale mesmo a pena?
Não vou negar que passar quatro dias sem se preocupar com a hora de acordar ou de dormir, sem pensar em trabalho e zero responsabilidades, é uma maravilha.
Todavia, esse abuso de liberdade sempre traz implicações drásticas. Durante o carnaval aumenta o número de notícias de pessoas que perderam partes do corpo, os movimentos e até a vida por causa que alguém achou que tinha condições de dirigir depois de ter  bebido todas que tinha direito.
Também nesse período muitas pessoas passarão tudo no cartão de crédito e só na quarta-feira de cinzas perceberão que gastaram o que tinha e o que não tinha. Então, pode se preparar para a dor de cabeça pois, não tem chá de boldo que cure!
Em um país cujo salário mínimo é de R$ 954,00 reais muitos foliões e foliãs vão parcelar os looks do carnaval, os ingressos de alguns shows como Simone e Simaria e Wesley Safadão e/ou pagar R$ 20,00 ou R$ 30,00 reais numa bebida que na semana anterior não custava nem R$10,00. 
Há alguém preocupado com o endividamento dessas pessoas? Onde está a crise nesses 4 dias? Onde está a taxa do desemprego? Cadê as reportagens dos hospitais superlotados? E a crise na segurança pública?
Ah, tááááá… É carnaval e são apenas 4 dias de diversão para fugir um pouco dessa rotina maçante do dia-a-dia. Sim, é um período curto e segundo o G1 “[...] deve injetar R$ 11,14 bilhões na economia brasileira. Os dados são do Ministério do Turismo, que fala ainda no aumento da movimentação de turistas e na alta taxa de ocupação da rede hoteleira.
De acordo com o governo, 10,6 milhões de brasileiros devem viajar entre os dias 9 e 13 de fevereiro e 400 mil estrangeiros são esperados para curtir a folia no país”. Então, o que fazer?
a)ficar em casa sambando com as dívidas e fazendo a linha “odeio carnaval” para os amigos;
b)Matar o cofrinho do coração e depois colocar a culpa na birita;

c) Ou como diz Simone e Simaria ir azarar uns boys, beijar na boca, aproveitar a noite e ficar louca atrás dos trios elétricos em Salvador e no final do mês com a fatura do cartão de crédito nas mãos ir chorar no colo da patroa (ou patrão);
Hum… são tantas alternativas!
Qual delas está correta? Antes de tomar qualquer decisão coleguinha
PARE
RESPIRE
PONDERE
RELAXE
E saiba que é sim possível cair na folia, relaxar e até ganhar uma renda extra no feriadão para isso planeje e se proteja dos excessos da folia, e para não se arrependerem depois nada de enfiar o pé na jaca, se for beber a água do alambique volte a pé, priorize o transporte público sempre que possível e não esqueça que carteira de bêbado não tem dono!😃
E aí,gostou?!Sugira novos temas, curta, comente e compartilhe !A sua opinião é muito importante para nós.💰 
Fanpage -   CLIQUE AQUI  
Instagram - CLIQUE AQUI  
Twitter - CLIQUE AQUI

Você também pode gostar de: Carnaval: 3 dicas para planejar as finanças