sábado, 3 de fevereiro de 2018

Como curtir o carnaval sem chorar depois coleguinha?

Estamos entrando em uma época de exageros, na qual as pessoas esquecem dos problemas, sejam eles financeiros, físicos ou profissionais e excedem todos os limites em nome da diversão e da alegria, mas será que vale mesmo a pena?
Não vou negar que passar quatro dias sem se preocupar com a hora de acordar ou de dormir, sem pensar em trabalho e zero responsabilidades, é uma maravilha.
Todavia, esse abuso de liberdade sempre traz implicações drásticas. Durante o carnaval aumenta o número de notícias de pessoas que perderam partes do corpo, os movimentos e até a vida por causa que alguém achou que tinha condições de dirigir depois de ter  bebido todas que tinha direito.
Também nesse período muitas pessoas passarão tudo no cartão de crédito e só na quarta-feira de cinzas perceberão que gastaram o que tinha e o que não tinha. Então, pode se preparar para a dor de cabeça pois, não tem chá de boldo que cure!
Em um país cujo salário mínimo é de R$ 954,00 reais muitos foliões e foliãs vão parcelar os looks do carnaval, os ingressos de alguns shows como Simone e Simaria e Wesley Safadão e/ou pagar R$ 20,00 ou R$ 30,00 reais numa bebida que na semana anterior não custava nem R$10,00. 
Há alguém preocupado com o endividamento dessas pessoas? Onde está a crise nesses 4 dias? Onde está a taxa do desemprego? Cadê as reportagens dos hospitais superlotados? E a crise na segurança pública?
Ah, tááááá… É carnaval e são apenas 4 dias de diversão para fugir um pouco dessa rotina maçante do dia-a-dia. Sim, é um período curto e segundo o G1 “[...] deve injetar R$ 11,14 bilhões na economia brasileira. Os dados são do Ministério do Turismo, que fala ainda no aumento da movimentação de turistas e na alta taxa de ocupação da rede hoteleira.
De acordo com o governo, 10,6 milhões de brasileiros devem viajar entre os dias 9 e 13 de fevereiro e 400 mil estrangeiros são esperados para curtir a folia no país”. Então, o que fazer?
a)ficar em casa sambando com as dívidas e fazendo a linha “odeio carnaval” para os amigos;
b)Matar o cofrinho do coração e depois colocar a culpa na birita;

c) Ou como diz Simone e Simaria ir azarar uns boys, beijar na boca, aproveitar a noite e ficar louca atrás dos trios elétricos em Salvador e no final do mês com a fatura do cartão de crédito nas mãos ir chorar no colo da patroa (ou patrão);
Hum… são tantas alternativas!
Qual delas está correta? Antes de tomar qualquer decisão coleguinha
PARE
RESPIRE
PONDERE
RELAXE
E saiba que é sim possível cair na folia, relaxar e até ganhar uma renda extra no feriadão para isso planeje e se proteja dos excessos da folia, e para não se arrependerem depois nada de enfiar o pé na jaca, se for beber a água do alambique volte a pé, priorize o transporte público sempre que possível e não esqueça que carteira de bêbado não tem dono!😃
E aí,gostou?!Sugira novos temas, curta, comente e compartilhe !A sua opinião é muito importante para nós.💰 
Fanpage -   CLIQUE AQUI  
Instagram - CLIQUE AQUI  
Twitter - CLIQUE AQUI

Você também pode gostar de: Carnaval: 3 dicas para planejar as finanças

Nenhum comentário:

Postar um comentário