sábado, 14 de abril de 2018

5 Hábitos que levarão você ao sucesso

Será que o cérebro de pessoas que eram pobres e ficaram milionárias, de forma lícita, é diferente do restante da população? O que eles têm que você não tem, ou tem e você ainda não sabe que tem? 
Como explicar, por exemplo, que Paulo e Pedro, 2 irmãos, gêmeos, que estudaram na mesma escola, escolheram a mesma profissão, foram contratados no mesmo dia, para trabalharem numa clínica numa cidade do interior como médicos e 10 anos depois Paulo possui um patrimônio 5X maior do que o de Pedro que continua na mesma função lá na clínica? Qual será o segredo do sucesso de Paulo? 

O sucesso de uma pessoa depende de vários fatores, mas todos eles passam por algo básico: os hábitos diários.Conforme Mário Sérgio Cortella, autor da obra Basta! Reflexões urgentes para pais e mãeshábito é “aquilo que, feito de maneira repetitiva, ganha função de norma. Em vez de ser uma possibilidade, se torna um imperativo.’’ 
Ainda segundo Rafael Seabra, editor do blog queroficarrico.com e autor do livro Quero ficar rico, “nossos hábitos [...]  nos direcionam e definem o nosso destino. E, cultivando bons hábitos, somos conduzidos ao sucesso, e o inverso também é verdade”. 
De uma forma geral, o que existe é o empenho pessoal em criar hábitos que unem sucesso financeiro e sucesso pessoal de maneira inteligente, com paz de espírito, finalidade e muita força. Curiosos?! Então, veja 5 hábitos que podem levar uma pessoa a gerar riqueza e alcançar o sucesso almejado. 
1. Vivem um degrau abaixo 
Imagine os gêmeos, que falei anteriormente, quando eles começaram a trabalhar o Paulo resolveu montar sua reserva de emergência. Para isso, ele decidiu poupar 6 vezes o valor das suas despesas mensais e fez desse objetivo a primeira “conta” a ser paga sempre que recebia seu salário. E para não correr o risco de gastar todo o dinheiro, ele decidiu se “pagar primeiro” para isso ele decidiu programar uma transferência de forma automática para sua poupança.
Já Pedro decidiu  financiar um carro novo, comprar roupas caras e frequentar restaurantes caros. E com isso gastava todos os meses exatamente o que ganhava. 

2.Estudam muito 
Pedro ao chegar em casa todo dia se esparrama lá no sofá e ficava horas vendo as redes sociais e olhando o que os amigos postavam fotos nas baladas, que amigos viajaram no feriadão e aproveitava já entrava no grupo do WhatsApp “Os baladeiros de plantão” para saber que boate ia bombar no final de semana e quem do grupo ia.  
Já o Paulo ao chegar em casa todo dia dedicava no mínimo uma hora lendo livros, pesquisando artigos, assistindo documentários etc. Como nas sextas-feiras ele assistia aulas de especialização, o sábado pela manhã ele atendia os pacientes que marcavam a consulta de retorno e a tarde ele gostava de jogar futebol com os amigos e descansar. E quando surgia a oportunidade dele viajar para participar de congressos e palestras nos finais de semana ele abria mão de seu descanso sem problema algum. 
Quando terminou a especialização ele foi convidado por um colega para trabalhar num hospital localizado na capital no qual o amigo é acionista. E assim, ele foi morar na capital, passou a ganhar melhor e foi construindo um bom networking.
3-Ressaltam sua realização pessoal  
Como todos os seres humanos as pessoas bem sucedidas são individualistas.A diferença é que eles assumem que pensam em primeiro lugar nelas e não estão nem se importando para o julgamento das outras pessoas. 
Paulo, por exemplo, jamais abriu mão de fazer um curso, de assistir uma palestra para satisfazer  as vontades da noiva que queria ir à praia com ele ou dava trela ao irmão que dizia: "Você vai adoecer de tanto estudar e trabalhar!" 

4-Pare de se comparar 
Quando observamos o sucesso alheio, temos a tendência de acreditar que nossa vida é muito sem graça e que a vida do outro é excelente, sobretudo depois das redes sociais. 
Nesse sentido, quando acessamos o Facebook ou Instagram nos deparamos com imagens de amigos viajando, casais lindos, looks surpreendentes, festas animadíssimas, produtos em promoção etc. Neste panorama, o anseio de procurar uma vida diferente, comprar mais e almejar algo que você nem sabia que existia aumenta.  
Conforme Mariana Ribeiro, parafraseando a psicóloga Sarah Seung-McFarland “‘é normal que as pessoas usem as redes sociais para compartilhar as suas conquistas. O importante é entender que aquilo não representa a intimidade da pessoa, mas apenas uma versão da sua realidade.’” 
Visualizamos apenas aquilo que o outro quer mostrar, na maioria das vezes seguida com expressões lindas de sucesso e alegria. Daí conforme a Jornalista, com especialização em marketing Natália Chagas“[...] o perigo está no fato de que tudo que aparece nas redes sociais é idealizado e, aparentemente, perfeito. ‘A partir disso, os sentimentos que surgem podem ser de inveja, frustração, competição e baixa autoestima”, explica Cristiane, completando: “Esses sentimentos podem aumentar nosso comportamento impulsivo, que acaba nos levando ao descontrole social e financeiro’”. 
Ainda usando o exemplo dos gêmeos, Pedro depois de ter visto as fotos de um amigo na França passou a admirá-lo mais ainda e decidiu que as próximas férias também seria na França. 
Todavia, no facebook do amigo dele não mostrava que o carro foi comprado em 60 prestações e está com duas prestações atrasadas, que ele decidiu viajar numa tentativa de salvar o casamento que está em crise, que voltou de viagem com todos os cartões de crédito com seus limites estourados e que tem que trabalhar feito um louco 12 horas por dia para conseguir sobreviver.  
5- Criam metas 
Pessoas bem-sucedidas estabelecem metas que são objetivos ou sonhos com prazo para acontecer.Elas necessariamente são: 
ESPECÍFICAS 
MENSURÁVEIS 
ATINGÍVEIS, PORÉM OUSADAS 
RELEVANTES PRA VOCÊ 
DATADAS / COM PRAZO PARA ACONTECER 
Mas, vocês sabem a diferença entre sonhos e metas?  
PEDRO 
Sonhos: Eu vou para as Olimpíadas do Japão. 
PAULO 
Meta: Eu preciso de 22 mil reais até janeiro de 2020 para ir às Olimpíadas do Japão porque eu sempre quis ver a abertura dos jogos olímpicos e conhecer alguns hospitais do Japão e a cultura japonesa. 
Qual deles você acha que tem mais chances de realizar o que pretende? 
Tarefa: Anote num papel todos os seus desejos, sem exceção (um celular novo, trocar o carro por um novo, fazer uma viagem). 
Depois aproveite e coloque no papel no mínimo 3 metas de curtíssimo, curto, médio e longo prazo. 
·        Curtíssimo prazo: pra realizar nos próximos 3 meses 
·        Curto prazo: pra realizar em um ano 
·        Médio prazo: Pra realizar em 5 anos  
·        Longo prazo: pra realizar em 10 anos 
De acordo com Nath Arcuri, “quanto mais real e detalhada for a sua meta, maiores as chances de concretizá-la. E sabe porque ? Porque seu cérebro passa a acreditar que aquele objetivo é possível e todas as suas atitudes relacionadas àquela meta passam a mudar a partir do momento em que você acredita e sabe que é possível.”  
Perceba a diferença de uma pessoa sem meta e de uma pessoa com meta.  
Sem meta: 
A pessoa vai ao shopping comprar um sapato, entra numa daquelas lojas que adoram uma pegadinha do Malandro e fica divulgando falsos descontos. Uma semana antes da promoção eles elevam o preço do produto para dar a ilusão que estamos diante de uma excelente pechincha. 
Daí sabe aquela TV que custa R$ 2.000,00? Pois é, uma semana antes eles colocam por R$ 2.500,00 e na semana da liquidação volta a custar R$ 2.000. 
O vendedor diz: “Aproveite, pois nesse ano de Copa os preços da TV vão subir e o senhor não vai assistir à Copa na mesma televisão do jogo 7X1, né?”. 
Ele além de não precisar de uma TV nova, não checou em outras lojas e na Internet para ter certeza que o desconto não é uma farsa e o anúncio uma isca para pegar seu dinheiro e leva a televisão parcelada em 10 vezes. 
Com a meta: 
A pessoa vai ao shopping comprar um sapato, entra na loja que vende TV, conversa com o vendedor e pensa: 
“Caramba! Minha TV está em ótimo estado, poderei assistir perfeitamente os jogos da Copa e economizar esse dinheiro para a minha meta, uhul!” 
Escreve aí nos comentários que tipo de pessoa é você: a que vive sonhando ou a que cria metas e cumpri o combinado? Não consegue estabelecer metas sozinho (a)? Compartilhe esse texto com um(a) amiga(a) pra  ficar de olho em você! Assim fica muito mais fácil realizar seus sonhos!   
Fanpage - CLIQUE AQUI    
Instagram - CLIQUE AQUI    
Twitter - CLIQUE AQUI  

4 comentários:

  1. Respostas
    1. Que bom que gostou, Larissa. Vou compartilhar mais textos como esse aqui.
      Bjos e sucesso!

      Excluir
  2. Não existe formula mágica, mas ter metas e traçar pequenos planos pra alcança-las é fundamental.

    Vidas em Preto e Branco

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É isso aí Lary Zorzenone, as metas são essenciais para alcançarmos o que queremos.

      Bjos e sucesso!

      Excluir