terça-feira, 24 de abril de 2018

Dia do trabalhador. Qual razão pra nós, pessoas com deficiência, comemorarmos?




Nessa terça-feira, (01/05), comemora-se o dia do Trabalhador no Brasil e em vários outros países. Mas, você sabe como surgiu esse feriado e o que ele representa?  Que mitos devem ser deixados pra lá na hora de contratar uma pessoa com deficiência? E que atitudes devem ser tomadas em prol da destruição desses mitos? 
A historiadora e jornalista Márcia Pinna Raspantimenciona que várias histórias remetem ao surgimento do Dia do trabalhador. Ela cita que o historiador Eric Hobsbawn "[...] destaca que este surgiu antes de 1889. Os mineiros de Durham, no Nordeste da Inglaterra, idealizaram uma comemoração anual para marcar a ação do movimento operário organizado. Os mineiros napolitanos também começaram a fazer suas festividades, assim como outros grupos de trabalhadores. O Dia do Trabalho internacional surgiu como uma tentativa de manifestação única para reivindicar as 'oito horas de trabalho'". 

Já na América Latina, o 1º de Maio é associado a uma “celebração dos mártires”, especialmente os “mártires de Chicago”. Conforme essa versão, em 1886, na cidade de Chicago, nos Estados Unidos, milhares de trabalhadores foram às ruas exigir melhores condições de trabalho. Dentre as principais reivindicações estavam: 
  • a)a redução da jornada de 13 para 8 horas;  
  • b)melhores salários;  
  • c)descanso semanal remunerado; 
  • d)e um período anual de férias.  
Nesse mesmo dia iniciou-se uma greve geral dos trabalhadores nos Estados Unidos. Segundo o professor Ricardo Barros "Os conflitos com a polícia se tornaram constantes. Oito operários morreram nesses embates. Muitos trabalhadores foram presos e alguns foram enforcados depois de um julgamento injusto, em que foram acusados de liderar as manifestações que tiveram início no dia primeiro de maio.  

Em 4 de maio de 1886, novas manifestações tomaram conta das ruas de Chicago. Desta vez, morreram 12 trabalhadores e dezenas de pessoas ficaram feridas."Os eventos ficaram conhecidos como a Revolta de Haymarket. 
A partir daí, as organizações em prol dos trabalhadores foram se espalhando no mundo todo. Na França houve um evento parecido com o dos Estados Unidos, no ano de 1891. Esse protesto de trabalhadores foi duramente reprimido na chamada “Fusillade de Fourmies” (Fuzilamento de Fourmies). 

Márcia Pinna Raspanti parafraseando o historiador "Hobsbawm  afirma que a origem exata da comemoração é menos importante que seus aspectos simbólicos.  Com o tempo, o sentido inicial do 1º de Maio – a redução da jornada de trabalho – passou para segundo plano, e a data se tronou uma afirmação anual da presença de classe. Uma comemoração com raízes populares e a única associada exclusivamente ao proletariado. O Dia do Trabalho carrega também um elemento festivo, tornando-se também uma oportunidade para o trabalhador se divertir e confraternizar. Ainda hoje, sindicatos e organizações programam shows, sorteios e outras distrações." 
Na Rússia, o primeiro de maio foi incluído ao calendário oficial no ano de 1917.Já na Alemanha "Hitler percebeu a importância e o peso do 1º de Maio, transformando-o em feriado nacional e tornando suas comemorações oficiais em 1933". 

No Brasil, o primeiro de maio  só  foi incorporado ao calendário oficial, no ano de 1925, por decreto sancionado pelo presidente Artur Bernardes – o que confirma a intensificação  dos movimentos operários na épocaMárcia Pinna Raspanti, ainda afirma que "Getúlio Vargas soube aproveitar o simbolismo da comemoração: em 1º de maio de 1940, o presidente instituiu o salário mínimo; no mesmo dia, um ano depois, foi criada a Justiça do Trabalho". 
Nesse sentido, gostaria de convidar você a assistir  vídeo da youtuber Mariana Torquato no qual ela relata os mitos e as dificuldades que as pessoas com deficiência enfrentam no momento de se inserirem no mercado de trabalho. 

E nesse dia 1º de maio, dia do trabalhador, que tal refletirmos sobre as atitudes que podem mudar realidade desses milhões de pessoas!? Como podemos ter uma sociedade mais justa que não necessite de Leis para incluir, respeitar e garantir a dignidade do ser humano? Vejam abaixo algumas das atitudes: 
1) As empresas devem reconhecer a qualificação destes profissionais em suas bases, da mesma forma  como  faria para uma pessoa sem deficiência; 
2)  As empresas devem tornar o ambiente acessível; 
3)As pessoas com deficiência precisam estar sempre se capacitando;
4)  Criação de políticas públicas que viabilize o acesso da pessoa com deficiência à educação; 
5) Os centros de educação de formação e aprimoramento devem ser acessíveis; 
6) O governo deve tornar as cidades acessíveis; 
7) Instruir, impactar e habilitar seus gestores, professores, colaboradores e profissionais envolvidos com os programas de educação. 
aí, gostou de saber dessas informações? E você que faz parte do time das pessoas com deficiência tem algo a comemorar nesse dia? Quais foram suas conquistas?  
Deixe seu comentário abaixo e lembre-se de curtir e compartilhar este conteúdo em suas redes sociais. 
Fanpage - CLIQUE AQUI     
Instagram - CLIQUE AQUI     
Twitter - CLIQUE AQUI   
Você também poderá gostar de: 

Você também poderá gostar de: 


Nenhum comentário:

Postar um comentário