quarta-feira, 25 de julho de 2018

Dicas para assegurar a tranquilidade dos parentes idosos

Gente, vocês sabiam que no dia 26 de julho é o Dia dos Avós? Esse dia foi escolhido porque é o dia  de Santa Ana e São Joaquimos pais de Maria e avós de Jesus Cristo. 
Você pode ou não ser católico (a) mas, uma coisa é fato seus pais, irmãos mais velhos, tios ou outros parentes vão envelhecer. Conforme matéria presente no R7 Brasil “População acima de 60 anos representa hoje 13,5% dos brasileiros; projeções indicam que essa fatia vai saltar para 24,5% em duas décadas e meia” 
É de conhecimentos de todos que a expectativa de vida em praticamente todo o mundo está aumentando. A tecnologia, os avanços na medicina, o maior acesso à informação, às práticas esportivas e alimentares mais saudáveis, estão colaborando para esta realidade. 
E aí eu deixo as seguintes perguntas para você: Você está pronta ou pronto para lidar com o avanço da idade dessas pessoas e as necessidades que eles venham a ter? O que você anda fazendo para garantir o bem-estar desses parentes no futuro? Para quem ainda não está preparada ou preparado vão aí três dicas essenciais e imprescindíveis:  
DIALÓGO  
Uma conversa séria, atenciosa e amigável, é fundamental para compreendermos o ponto de vista dessas pessoas. Por meio dela, podemos descobrir que alguma opinião considerada certa por nós,  não é vista da mesma maneira pelos nossos pais, irmãos mais velhos, tios e outros entes queridos. Deste modo precisamos levar essas intenções em consideração. 
Esse papo não necessita acontecer de uma única vez. Ele pode se dá em várias conversas. Cada família tem sua própria dinâmica e a abordagem dependerá muito disso. 

DOCUMENTAÇÃO EM DIA 
Aconselhe seu parente mais velho a manter a vida financeira em dia. Tente saber como ele ou ela vem gerenciando os gastos referentes a saúde, se a aposentadoria e outras fontes de renda têm sido suficientes para arcar os tratamentos de saúde e como essa pessoa estrutura sua vida financeira. 
Não entendam mal! Não tem nada a ver com fofoca, mas ter a segurança de que essa pessoa mantém a vida financeira em ordem ou pelo menos saber um pouco a respeito dos custos que ela possui com saúde são coisas que ajudam na hora de tomar uma deliberação, em caso deste parente ficar doente e necessitar de alguém para controlar as despesas médicas. 
PLANO DE SAÚDE 
Caso seus parentes mais idosos não tenham plano de saúde, uma boa dica é juntar a família e firmar um acordo para que cada um responsabilize-se por parte dos gastos. Realmente não é nada barato, mas pior ainda é necessitar de cuidados médicos e não ter garantia de bom atendimento. 
Infelizmente não é fácil esperar pelo Sistema Único de Saúde (SUS), já tão conhecido pelas longas filas em hospitais e postos de saúde, a espera por uma cirurgia pode demorar meses. Uma opção é  fazer uma boa pesquisa de preços e coberturas dos planos de saúde e conversar sobre este assunto com toda a família. Uma outra opção é vocês e seus irmãos criarem um fundo de emergência coletivo visando reservar dinheiro para cuidar da saúde de seus pais. 
Este artigo fez sentido para você? Então lembre-se de curtir e compartilhar o conhecimento em suas redes sociais! E você já tinha parado para pensar sobre o assunto? 
Então, me siga pelas redes sociais para ficar sabendo quando tiver post novos. 
Fanpage - CLIQUE AQUI 
Instagram - CLIQUE AQUI 
Twitter - CLIQUE AQUI 
Email - claudiacma7@gmail.com   

quarta-feira, 18 de julho de 2018

Óculos ideal é economia na certa

Os óculos além de proteger os olhos, trazem um charme muito especial aos looks. No entanto é imprescindível analisar o formato do rosto, a cor da pele e cor da armação - essas particularidades podem interferir no resultado. 
Você deve escolher um modelo de acordo com o formato do seu rosto, para que não provoque um efeito oposto desequilibrando seu look e seu rosto.Então se você tem dúvidas qual o modelo ideal para seu rosto veja as sugestões que o pessoal lá da Óticas Marília, preparou para não cometermos mais erros na hora de escolher os óculos.  
Rosto redondo: Prefira armações retangulares ou quadrados ajuda a disfarçar o volume da testa e do queixo. As hastes grossas amenizam o contorno do rosto e as armações claras e degrades são as mais indicadas para equilibrar o rosto redondo. 
Rosto quadrado: Os opostos se atraem, por isso os modelos redondos e ovalados são os mais adequados. As armações de cores claras e degrades alongam a área dos olhos dando a impressão de rosto mais afinado.Esse formato tem a linha do maxilar bem marcada e as extremidades do queixo e das maçãs do rosto mais largas.  
Rosto triangular: Os óculos modelo aviador são adequados. As armações estreitas ajudam a equilibrar criando a sensação de maxilar mais largo. 

Rosto oval: Fica bem com todos os modelos de óculos, cores e diferentes armações. Os modelos mais quadradinhos e maiores são uma ótima escolha!! 
Gostou do artigo “Óculos ideal é economia na certa”? Compartilhe nas redes sociais.Quais óculos ficam perfeitos no seu rosto? Conte pra gente! Seu comentário é muito importante para nós! E não esqueça de me acompanhar nas redes sociais.   
Fanpage - CLIQUE AQUI  
Instagram - CLIQUE AQUI  
Twitter - CLIQUE AQUI  


   

sexta-feira, 13 de julho de 2018

O que te limita na vida?


Por que você ainda não voltou a estudar? Por que você ainda não começou a se exercitar? Porque você voltou a engordar? Se você tem uma resposta para isso, certamente você terá muitas dificuldades para alcançar seus objetivos.
Recentemente passei por um processo de coaching com Aline Dias e cheguei à seguinte conclusão:  “Ou você possui resultados ou você possui desculpas”.E hoje eu vou te contar o que são crenças, como elas surgem e como elas podem afetar a sua vida.
O que é uma Crença?
Crença é todo pensamento que você não problematiza, não questiona. No livro O Poder da Ação, Paulo Vieira, afirma que  crença é “(...)  uma programação mental em forma de circuitos neurais, ou seja, uma vasta e extensa rede de neurônios conectados a milhões de outros neurônios. Esses circuitos possuem informações ou programas que regem e comandam todos os comportamentos e todas as respostas humanas aos estímulos recebidos. Nos circuitos neurais, estão armazenados todos os aprendizados e as informações acumulados pelo indivíduo ao longo da vida e até durante a gestação, e tudo isso está armazenado no consciente e no inconsciente e estruturado no hemisfério esquerdo e também no direito do cérebro”.

Ou seja, as crenças são nossas verdades absolutas. É tudo aquilo que ouvimos, aprendemos e recebemos dos nossos pais, tios, avós e amigos. Uma crença é simplesmente aquilo que você acredita, ou melhor, é aquilo que você aceita, confia sem questionar.
Quando as crenças são positivas elas são como molas propulsoras para superar desafios e gerar ações de sucesso, mas quando são negativas são capazes de limitar às conquistas aprisionando as ações, criando sabotagem e perdas de grandes oportunidades.  
Crenças limitantes
São ideias que te atrapalham de crescer, de emagrecer, de ter mais sucesso na sua vida. Elas são frutos de pontos de vista negativos de ações as quais vivenciamos no passado. Portanto quando nos deparamos com um acontecimento semelhante com o que aconteceu no passado, as nossas deliberações sofrem interferência desse padrão que adotamos.
Ou seja, muitas pessoas não aprendem lidar bem com situações que não foram positivas sofrendo fortes influências das crenças que foram criadas anteriormente. Quantas vezes não ouvimos: “Não posso jogar comida fora pois tem tanta gente passando fome no mundo”, “Dinheiro é sujo”, “Dinheiro não cresce em árvores”.
Quais dessas crenças você carrega e o que isso tem te ajudado ou atrapalhado? Nesse sentido, pare por um minuto e pense qual o modelo de dinheiro que você adotou para sua vida?
Esse modelo de dinheiro que você possui tem relação direta com a atual situação financeira que você vive hoje. Se o dinheiro representa para você sensações ruins, se ao pensar em dinheiro, você sente algo desagradável você liga a uma experiência ruim que você viveu no passado.
Por isso, quantas vezes você já falou que ao receber seu salário ia reservar um dinheirinho e enviar para a poupança?! Mas, aí no dia que seu salário cai na conta aquela loja de roupas entrou em promoção e você vai lá e gasta todo aquele dinheiro que você ia mandar para a poupança.
Você sabe o porquê isso acontece? Isso ocorre pelo fato da sua mente tentar se distanciar o mais rápido possível do dinheiro para que volte a se sentir bem. Ou seja, há algum sentimento negativo por trás disso tudo.
Eu resolvi listar aqui sete crenças limitantes, então caso você reconheça alguma delas pode deixar nos comentários e falar Claudinha tem essa aqui também.
  • Emagrecer é difícil
  • Dieta é ruim
  • Eu não consigo emagrecer
  • Nada na minha vida dá certo
  • Eu prefiro ser inteligente que bonita
  • Eu não tenho sorte
  • Não dá pra ficar rico com o país/economia do jeito que está
  • Ter muito dinheiro vai me tornar menos espiritual
  • Todo homem é igual
  • Eu sempre fui assim, por isso eu não mudo
Este artigo fez sentido para você? Então lembre-se de curtir e compartilhar o conhecimento em suas redes sociais! Quer saber como mudar essas crenças?
Então, me siga pelas redes sociais que em breve publicarei um texto sobre as mudanças das crenças.
Fanpage - CLIQUE AQUI
Instagram - CLIQUE AQUI
Twitter - CLIQUE AQUI
Email - claudiacma7@gmail.com