sábado, 8 de dezembro de 2018

A importância da inteligência emocional para um deficiente físico no mercado de trabalho

 Quando uma empresa contrata um deficiente físico é muito importante se atentar na inclusão, e não apenas integração dessa pessoa.
Segundo pesquisas do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), existem mais de 45 milhões de pessoas com deficiência no Brasil, sendo que 11 milhões delas estão aptas para o trabalho. Apesar desses números, o Brasil contrata apenas 325.291 pessoas com deficiência, de acordo com dados da Relação Anual de Informações do Ministério do Trabalho (RAIS). 

A falta de informação é uma das maiores causas desse número reduzido de contratações, pois gera preconceito e impede a inclusão social e a capacitação de pessoas com deficiência. Vale lembrar, entretanto, que a contratação de pessoas com deficiência física é uma questão de responsabilidade social, conscientização e está prevista na Lei de Cotas para deficientes. 
É importante que as empresas estejam atentas à inclusão, e não apenas à integração. Ou seja, todos devem se adaptar simultaneamente: tanto a pessoa com deficiência quanto as pessoas envolvidas na sua contratação devem se adaptar à chegada do funcionário com deficiência, e não exigir que somente ele se adapte à empresa. 
A importância da autoconfiança e autoestima 
É muito comum que pessoas com deficiência desenvolvam problemas de autoestima e autoconfiança. Por isso, é fundamental proporcionar segurança e confiança a elas, melhorando sua autoestima e oferecendo qualidade de vida. A Inteligência Emocional pode ser um importante aliado nesse processo, pois saber lidar com as próprias emoções e aumentar a autoconfiança é essencial para superar os desafios do dia a dia. 
Deficientes físicos: como aumentar a autoconfiança e entrar no mercado de trabalho 
Supere suas limitações 
Todas as pessoas possuem algum tipo de limitação física, emocional ou mental. Diante disso, o indivíduo pode escolher entre duas opções: se tornar vítima de suas limitações, condicionando sua vida a sentimentos de piedade e dó, ou transformar a dor em motivação para seguir em frente e enfrentar as dificuldades. É importante destacar que não há problema em escolher a primeira opção, desde que você se sinta feliz com esta escolha. 

Explore seu potencial 
Todas as pessoas têm potenciais e limitações, independentemente da existência de deficiências físicas. Em vez de focar nas limitações, naquelas coisas que você não sabe ou tem dificuldade de fazer, coloque sua atenção nos seus pontos fortes e dons. Dessa forma, você consegue usar o máximo do seu potencial e fazer a sua parte. 
Valorize suas realizações 
Quantas coisas você já realizou ao longo da sua vida? Quantas coisas aprendeu? Quantas vezes se superou e realizou coisas? Faça uma lista com tudo isso e, quando se sentir incapaz de fazer alguma coisa, veja sua lista e lembre-se de como você é uma pessoa capaz e fantástica. 
Não supervalorize as pessoas 
O ser humano tem o hábito de enxergar apenas o que os outros têm de bom, enquanto identifica seus próprios defeitos e incapacidades. Como consequência dessa tendência, as outras pessoas sempre parecem mais inteligentes, mais capazes, bonitas, organizadas e felizes. Talvez você não saiba, mas provavelmente existem pessoas que gostariam de ter algumas das qualidades ou coisas que você possui. Sempre seja você mesmo e saiba confiar em suas capacidades. 
Desenvolva sua Inteligência Emocional 
Inteligência Emocional é um dos principais diferenciais de pessoas que superam seus limites e alcançam a autorrealização, uma vez que esta é uma habilidade que faz com que o indivíduo consiga lidar com as emoções e administrar as adversidades. 
As emoções estão presentes em todas as esferas da vida, e se entregar a um momento de tristeza ou explodir em um momento de raiva são ações que dependem da forma como você administra suas emoções. Confiar em você ou se sentir incapaz são atitudes que dependem do seu grau de autoconhecimento e de consciência. 
Gostou do artigo? Compartilhe nas redes sociais. A sua opinião é muito importante para nós! Sugira novos temas, deixe seu comentário.  
Fanpage - CLIQUE AQUI     
Instagram - CLIQUE AQUI     
Twitter - CLIQUE AQUI     
Fonte:SBIE




Nenhum comentário:

Postar um comentário