quinta-feira, 10 de janeiro de 2019

Dicas para economizar e não se endividar nas compras de material escolar

Você lembra quanto custou o material escolar do seu filho no ano de 2018? Que itens você acha que encarecem mais essa lista? Quando você vai às compras você leva a criança ou vai sozinho (a)? Você já começou o desafio da compra do material escolar das crianças?  
O tempo passa depressa e dentro de alguns dias as férias terminam e a rotina escolar recomeça. E falando em rotina o tema de hoje não deixa de fazer parte da rotina anual de todas as famílias que possuem filhos na idade escolar. O assunto é volta às aulas e volta às aulas com economia. 
Comprar material é o parque de diversão da criança, do adolescente, até quando eu estava na universidade era uma alegria. Já para os pais a compra do material escolar deveria ser realizada no hospital, pois muitos só faltam infartar quando descobrem o valor total da conta. 
Mas, será que é possível evitar gastos desnecessários e infartos no momento da compra do material escolar? É possível comprar itens escolares com bons descontos? Sim, é possível! Quer saber  como economizar e não se endividar nas compras de material escolar? Vejam as dicas abaixo e não permitam  que o rico dinheiro de vocês saia voando pelas livrarias e lojas.  

#1 Converse com o(s) seu(s) filho(s) 
Mostre para ele o quanto vocês estão investindo na educação dele.Isso vai fazer com que ele valorize a escola, o uniforme, o material escolar. Ele vai ser mais cuidadoso e com certeza vai ter o melhor aproveitamento. 

A educação corresponde de 20% a 30% do orçamento da família. Isso dependendo da renda de cada um deles por isso, ensine a seu filho a apreciar todo o esforço que sua família faz para que ele estude, mostre a ele o quanto do orçamento da família é comprometido com a formação dele, mostre o preço da mensalidade, faça as contas, divida o preço da mensalidade pela quantidade de aulas e veja quanto custa cada aula.  

Assim, o seu filho vai entender que estará jogando dinheiro na lata do lixo toda vez que ele chegar atrasado, toda vez que ele resolver matar a aula ou mesmo ficar conversando invés de aprender.  
#2 Fiquem de olho na lista 
Ao pegar a lista certifique-se de que a lista de material escolar corresponde exatamente à turma do seu filho. Alguns pais ficam tão atordoados com o tamanho da lista que se esquecem de conferir se a lista que levaram para casa é de fato a lista certa. Portanto, pegue a lista e leia com atenção. 

Fiquem atentos à quantidade de itens exigidos, também se ficar pesado comprar tudo de uma única vez, analise se há itens que serão utilizados no próximo trimestre ou semestre e adie a compra de tais produtos. E por último, fiquem de olho aos abusos praticados pelas escolas que insistem em colocar na lista de material escolar produtos de uso coletivo.Querem saber que itens não podem ser solicitados pelos colégios? Veja AQUI 60 itens que não podem estar na lista de material escolar. 
 
#3 Comece as compras em casa 
Faça uma limpeza geral nos armários e gavetas: veja que roupas ou sapatos  ainda servem nas crianças; veja aquilo que já  não serve para o filho mais velho, mas pode ser herdado pelo irmão mais novo; pode também fazer um grupo no WhatsApp de pais de crianças que estudam na mesma escola e fazer algumas trocas de livros usados. 

Mas, você pode dizer : “ah, mas meu filho não vai querer usar coisas do ano passado”. Então, aproveite isso como uma boa oportunidade para ele ter uma lição a mais sobre educação ambiental, economia e a própria moda que é o que motiva as pessoas a sempre querer algo novo também se recicla, ensine o seu filho a reciclar. 
 #4 Cuidado com a moda 
Já que mencionei o assunto da moda quero fazer uma pequena observação a mais, a moda está presente até na hora da volta às aulas, as novas coleções de canetas e cadernos e uma porção de coisas comuns que rotuladas com personagens (princesas, Homem Aranha, Batman) e decoradas de modo atraente são projetadas especialmente para que você pense que tem necessidade de adquirir algo novo.  

Os produtos “vendem características” que elas desejam a si mesmas. Além disso, toda criança quer possuir o caderno do seu personagem preferido(a), para ser aceita em alguns grupos ou para se destacar entre os amigos. Assim, as crianças incentivam os adultos a comprar para elas os produtos que são lançados no mercado. 
Isso é mais uma estratégia dessa sociedade consumista em que vivemos. Por isso, aproveite isso como uma boa oportunidade para apresentar a ele a diferença entre desejo X necessidade. 
Desejo é intenção, é mera vontade, é a aspiração de ter algo (o estojo de lápis em Tecido Cor Preto Com 03 Zípers ); necessidade é a busca de algo EFETIVAMENTE essencial para o seu caso concreto (ex: algo para guardar os lápis).   

#5 Compare preços antes de comprar 
Por mais que você goste daquela livraria perto da sua casa, comece pesquisando os preços na internet e depois faça um esforço para ir além dos limites do próprio bairro em nome da economia no final da compra.Com certeza você constatará que o preço dos itens das lojas física são bem mais elevados do que na  loja online. E isso acontece pelo fato dos custos da loja física serem bem mais elevados que os de uma loja online. 
Todavia, antes de fechar a compra na web não esqueça de verificar o prazo de entrega e se o site é seguro. Além disso, não é possível negociar desconto em uma loja virtual como em uma loja física. Por isso, planeje cada detalhe com antecedência, faça as contas e não tenha pressa pois, ela é  a inimiga número um  do nosso bolso. 
Saraiva

#6 Levar ou não levar os filhos às compras? Eis a questão 
Para muitos pais fazer compra de material escolar acompanhado dos filhos não dá certo. Quem aí já levou o filho para comprar material escolar e começou a rolar aquele estresse antes mesmo de sair de casa, pois chegou a hora de sair e a criança ainda não tinha tomado nem banho?!  

E o negócio piora quando você chega na loja e começa a escolher as coisas e a criança começa: “Mãe, mãe essa caneta não, essa caneta é ruim!” “Mãe esse corretivo não, ele molha o papel todinho!” “Mãe, a mãe do Carlinhos comprou um caderno capa dura, com estampa do Homem Aranha e você vai comprar esse caderno capa mole com estampa de praia?!” 

Mas, caso decida levá-los a dica é negociar com ele antes e depois da avaliação do que será aproveitado, do que se tem em casa, vocês terão uma lista final em mãos então, acertem que serão fiéis a lista que fizeram juntos e diga o quanto de dinheiro está disponível para a compra do material.  

Também é um ótimo momento para falar com elas sobre as diferenças de preço, tamanhos, custo-benefício.O envolvimento de seus filhos nesse processo será um grande aprendizado para ele. Afinal de contas, é ele que irá usufruir dessas compras e que vai cuidar do material escolar. E ao saber quanto as coisas custaram, ele terá motivação para cuidar melhor do material e certamente não irá desperdiçá-lo. 
#7 Preço x qualidade 
Já ouviram aquele ditado o barato saí caro,né?! Então, reparem na qualidade dos materiais, afinal, não vale a pena economizar na compra de certos produtos como a mochila, a lancheira, o porta-lápis, tesoura etc. Isso porque essas coisas as crianças vão precisar todos os anos, ou seja, em vez de ter de comprar um novinho em folha a cada ano letivo, invista em peças de qualidade, sem seguir tendências, para que durem, no mínimo, 2 ou 3 anos. 

#8 Faça as compras com os pais de outros alunos 
Lembram que eu falei do  grupo no WhatsApp de pais de crianças que estudam na mesma escola?! Então, depois de terem realizado todas as trocas o grupo poderá resolver comprar o que falta direto de atacadistas.Comprar em grande quantidade direto de atacadistas é certeza de desconto. E isso vale também para os livros.Os pais podem fazer a compra direto com a editora.
#9 O que as escolas não podem cobrar? 
Apesar da Lei nº 12.886/13 que proíbe os estabelecimentos de ensino de exigir, por exemplo, pincéis para quadro, materiais de limpeza e objetos de higiene ou alimentação muitas escolas continuam burlando a lei. Conforme Patrícia Lages, “existem várias coisas proibidas por lei, mas que ainda há escolas tentando fazer. 
Anote aí:  

  • - A escola não pode exigir que os pais comprem materiais de uma determinada marca, em uma determinada loja ou dentro da escola 
  • - A escola não pode obrigar os pais a comprarem pacote de livros e materiais fornecidos pela escola 
  • - O único material que pode ser vendido pela escola são apostilas com conteúdo próprio 
  • - É caracterizada como cobrança abusiva impor taxa de material escolar sem apresentação da lista 
  • - A escola não pode obrigar os pais a comprarem todo o material no começo do ano” 

#10 Negocie  
Já que o ano começa bem apertado em decorrência das muitas contas a ideia é comprar o mínimo possível para seu filho utilizar no primeiro bimestre. Isso porque, passados os meses de fevereiro e março, a propensão é que os preços caiam. 

Se você for fazer um parcelamento cuidado certifique-se que taxas de juros serão utilizadas. Mas, lembre-se comprar à vista é sempre a melhor maneira de efetuar o negócio. 

Por fim, pais executem a sua parte, dê um bom exemplo para seus filhos, mostre o amor e o carinho que você tem por eles , demonstre que você está preocupado (a) com o futuro dele (a).Participe das reuniões escolares é na conversa pessoal com os professores que você vai saber como e onde esses materiais serão utilizados.  
Não pense assim: “ah, é só uma cartolina, um tubinho de cola, um lápis são as pequenas coisas que acabam abrindo um rombo no orçamento doméstico.Portanto, dê valor às pequenas coisas.

#11Recicle materiais 
Sabe aquele caderno do ano passado com folhas sobrando? E aquelas canetas e lápis que estão em bom estado?Que tal chamar o seu filho para te ajudar a customizar a capa e as canetinhas? Um pouco de tinta, glitter, colagem e criatividade vai deixá-lo novinho. E você ainda aproveita a oportunidade para ensiná-lo a evitar o desperdício e se divertir com o pequeno.


Curtiu nossas dicas para comprar material escolar e não se endividar? Já utiliza algumas dessas? Compartilhe conosco! A sua opinião é muito importante para nós!  
   Fanpage - CLIQUE AQUI      
   Instagram - CLIQUE AQUI      
   Twitter - CLIQUE AQUI      
   Email -claudiacma7@gmail.com   
Você também vai curtir


Nenhum comentário:

Postar um comentário