domingo, 27 de outubro de 2019

Emprego público, traz ou não traz ESTABILIDADE FINANCEIRA?

Ser servidor público é o sonho ainda de muitos brasileiros. Afinal de contas, há uma cultura muito forte de que TODO funcionário público possui uma estabilidade financeira. 
Entretanto, segundo reportagem do Jornal Correio Brasiliense, em 2019,“servidores públicos tomaram R$ 42,1 bilhões de crédito pessoal consignado só nos primeiros quatro meses do ano, segundo dados do Banco Central (BC). O valor concedido de janeiro a abril é 39,7% mais alto do que o do mesmo período de 2018. No mês passado [abril], o aumento foi de 11,1% na mesma base de comparação. O saldo de crédito consignado para servidores públicos em abril somava R$ 198,5 bilhões”. 
Nesse sentido, será mesmo que emprego público é sinônimo de estabilidade financeira? Na verdade, como sou servidora pública estadual eu sei bem que o fato de dificilmente sermos demitidos, de termos todos os direitos que o trabalhador tem direito no Brasil como férias, 13º salário, salário família assegurados nos gera a ilusão da prosperidade financeira automática e garantida. 

Entretanto, o que muita gente desconhece é que a partir de 2014, houve declínio nas arrecadações estadual e federal e boa parte dos servidores deixaram de receber aumento significativo.  
Além de contar com a evolução salarial bem menor do que profissionais da iniciativa privada os servidores públicos também não podem contar com ganhos extras, vindos de horas a mais de trabalho como acontece com trabalhadores autônomos e profissionais liberais.E para piorar a situação em alguns estados, como o Rio Grande do Norte, pesam ainda atrasos e parcelamentos de salários.  

Como sou funcionária pública também não poderia deixar de falar que o drama do servidor público inicia, muitas vezes, logo depois que o mesmo toma posse. Afinal de contas, somos obrigados a abrir uma conta bancária em um banco estabelecido pela instituição pública onde iremos trabalhar. É por meio desta conta que o servidor receberá seu salário.  

Os servidores públicos são ótimos clientes para os bancos. Logo, que a conta é aberta o banco começa a oferecer crédito consignado com prestações mensais deduzidas do salário do servidor automaticamente. O banco ainda disponibiliza cartão de crédito, cheque especial e dinheiro para comprar veículos, financiar e reformar casas.
Tudo isso é apresentado com muita técnica de venda e de marketing para conquistar e convencer o servidor a adiantar todos os seus sonhos usando o dinheiro do banco. Eu mesma já recebi inúmeras ligações do Sidnelson lá do banco onde tenho conta me oferecendo crédito para comprar carro, viajar, reformar a casa. 

Leandro Ávila também destaca que “a influência dos colegas de trabalho afeta até aqueles que pretendem poupar e investir o próprio dinheiro para realizar esses sonhos de forma planejada, sem pagar juros e taxas para bancos e financeiras. Quem deseja poupar pode enfrentar dificuldades para se socializar com colegas que possuem uma postura diferente diante da poupança e das dívidas”. 

Nesse sentido, o servidor público deve antecipar problemas, distribuir seus gastos ao longo do ano e montar uma reserva de emergência para não viver fazendo empréstimos, usando cartões de crédito e cheque especial.  

Afinal de contas, não tem lógica estudar tanto, passar no concurso público, ter uma renda segura, ter um emprego estável e passar a vida toda pagando juros ao banco. E por fim, não deixe de fazer planos para aumentar seus gastos no futuro e montar uma estratégia previdenciária para complementar sua aposentadoria. 

Precisa de ajuda para controlar suas finanças, realizar seus sonhos e fazer seu pé-de-meia para patrocinar sua aposentadoria e ter uma velhice tranquila e uma vida independente do INSS? 
Clique Aqui e entre no meu Grupo de Whatsapp para tirar suas dúvidas e receber dicas de como gastar menos, ganhar mais e economizar para ter uma aposentadoria confortável. 
Fanpage - CLIQUE AQUI     
Instagram - CLIQUE AQUI     
Twitter - CLIQUE AQUI     
Email - claudiacma7@gmail.com     

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário